Maconha sintética causa overdose coletiva nos Estados Unidos – Entenda!

0 515

Em abril, as autoridades de saúde americana relataram dezenas de pessoas em Illinois com graves hemorragias de vários orifícios, incluindo nariz, olhos, orelhas e gengivas. A causa: maconha sintética.

Casos de hemorragia menstrual intensa, juntamente com sangue em vômitos e fezes, também foram notificados. Uma pessoa morreu.

A causa?

Produtos canabinóides sintéticos, conhecidos como K2, causaram incidentes semelhantes em outros países. Agora, como relatado pela CNN, 95 pessoas aparentemente tiveram uma overdose de maconha sintética em apenas um único parque de New Haven.

Apenas na última quarta-feira, 72 pessoas foram para o hospital, com quatro recusando tratamento. Seus sintomas não estão claros neste momento. O sangramento dos pacientes em Illinois, provisoriamente ligado a contaminação da maconha sintética com veneno de rato.

Até agora ninguém morreu, o que é extraordinariamente afortunado. O uso do K2 já matou pessoas no passado, como as 33 pessoas no Brooklyn morrendo apenas em 2016 devido a uma overdose.

A Nova Zelândia tem lutado para lidar com a semelhança do K2, que – embora proibido em 2014 – ainda mata pessoas desde 2017.

O parque onde ocorreram esses últimos incidentes, New Haven Green, é popular por muitas razões, com uma ampla gama demográfica.

Twitter:

 

Leia mais

Não está claro por que tantas pessoas tiveram uma overdose em um único local, embora os detalhes ainda estejam em investigação. Os pacientes em questão parecem ser de várias idades e origens, mas todos fizeram uso de maconha sintética.

O problema com substâncias que são ilegais ou que não são tecnicamente ilegais, mas estão em uma categoria similar é, entre outras coisas, que os ingredientes nelas não são regulados. Aqueles que os fabricam não precisam aderir a qualquer princípio básico de segurança ou regulamentação, se não quiserem, porque não existem leis sobre isso.

É por isso que os efeitos do K2 e de substâncias sintéticas semelhantes variam enormemente e às vezes produzem essas terríveis consequências.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de. Doenças (CDC), estes casos de overdose estão sendo vistos em vários estados, e eles estão alertando quem comprou o produto para não usá-lo.

Twitter:

 

“Se você usou algum desses produtos e começou a sentir hemorragias ou hematomas graves e inexplicáveis, vá imediatamente ao hospital ou ligue para o 911”. Observou um consultor público americano.

Explicando que os efeitos do uso do K2 são imprevisíveis, os sintomas – além do sangramento – podem incluir convulsões, psicose, agitação, comportamento violento, ataques cardíacos, insuficiência renal, dano muscular e problemas gastrointestinais, entre outros.

Os sintomas de abstinência são geralmente menos graves, mas convulsões e palpitações ainda estão listadas entre eles.

Em comparação com o equivalente legal, pouco se sabe sobre os efeitos fisiológicos do K2, mas é seguro dizer que não é o mesmo que usar maconha.

Esses canabinóides sintéticos atuam nos mesmos receptores de células cerebrais que o THC, que eles não contêm, mas, além disso, sua composição e seus impactos são enigmáticos e variáveis.

Fonte: IFLS

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência Aceitar Leia Mais