Saiba porque fumante ocasional deve beber vinho tinto antes de fumar.

0 43




Apesar das advertências de saúde, muitas pessoas ainda não conseguem resistir a um cigarro. É sabido que o melhor para saúde é não fumar, mas pesquisa descobriu maneira de diminuir os danos do cigarro. Se você é uma fumante ocasional, LEIA A MATÉRIA.

Os médicos irão argumentar que a única maneira de proteger sua saúde é parar de fumar. Mas se você não consegue resistir a uma tragada, um novo relatório descobriu que beber um copo ou dois de vinho tinto antes de acender o cigarro pode proteger seus vasos sanguíneos contra alguns dos piores danos a curto prazo.

O vinho tinto, com seus altos níveis de fenol (um composto natural), estimula a formação de óxido nítrico, que rejuvenesce as artérias coronárias.

De acordo com o novo estudo publicado pela The American Journal of Medicine na terça-feira, este processo é poderoso o suficiente para proteger as artérias do tabaco, que inflama artérias e envelhece as células.

Os pesquisadores da Universidade Alemã do Sarre alertam que isso não deve ser tomado como um conselho de estilo de vida. O foco do estudo era no fumante ocasional, ao invés do viciado.

No entanto, seus resultados mostraram inequivocamente que o vinho tinto funcionou como um escudo protetor para as artérias.

Leia mais

O estudo

O estudo examinou os efeitos do tabagismo sobre vários processos bioquímicos no sangue e vasos. Participaram do estudo 20 não-fumantes saudáveis que se voluntariaram para fumar três cigarros.

Metade dos sujeitos bebeu vinho tinto uma hora antes de fumar, até atingir um nível certo nível de álcool no sangue. Sangue e urina foram coletados antes do experimento, e novamente 18 horas após o fumo.

Fumar faz com que micropartículas sejam liberadas na corrente sanguínea. Estas partículas vêm de células endoteliais, plaquetas e monócitos e indicam que as células dos vasos sanguíneos estão sendo danificadas.

No entanto, os indivíduos que consumiram vinho tinto antes do fumo não experimentaram alterações celulares.
Outro processo bioquímico afetado pelo tabagismo é a atividade da telomerase. Os telômeros podem ser considerados como “tampas protetoras” nos cromossomos.

Durante o envelhecimento, estes tampões podem encurtar e perder sua capacidade protetora.

Medindo a atividade da telomerase, os investigadores determinaram que o grupo que fumou sem beber vinho tinto mostrou uma diminuição de 56% na atividade da telomerase. Já o grupo que bebeu mostrou apenas uma diminuição de 20%.

Inflamação coloca estresse sobre as células devido a um desequilíbrio na produção de espécies reativas de oxigênio e as defesas antioxidantes do corpo.

O que dizem os pesquisadores

O investigador principal Dra. Viktoria Schwarz disse: “O nosso estudo acrescenta à presente evidência que os efeitos pró-inflamatórios em não fumantes com” hábitos ocasionais de fumar” poderiam ser evitados pelo consumo de vinho tinto.”

Uma vez que o estudo foi limitado a jovens não fumantes saudáveis, não está claro se esses achados se aplicam a idosos, doentes ou fumantes crônicos.

Dr. Schwarz e co-pesquisadores enfatizaram que eles não têm a intenção de motivar os fumantes ocasionais para beber ou bebedores ocasionais para fumar.

“No entanto, este estudo identificou mecanismos adequados para explorar danos e proteção sobre a vasculatura em seres humanos, pavimentando o caminho para futuros estudos clínicos.”

 

Fonte: Daily Mail

Comentários

Loading...