Por que ainda não existe uma cura para câncer?

0 3.721

Uma em cada duas pessoas terá câncer em algum momento de suas vidas. Com isso surge a questão óbvia sobre o que está sendo feito para prevenir isso. Com todo o tempo e dinheiro gasto com a doença, por que ainda não existe uma cura para câncer?

Uma das principais questões aqui ter a compreensão sobre o que o câncer realmente é.

A palavra não se refere a uma única doença, mas é um termo guarda-chuva usado para falar sobre centenas de doenças.

Por esta razão, falar de encontrar uma cura “para o câncer” é bastante vago e útil apenas quando se discute as doenças em termos gerais.

Diferentes tipos de câncer têm patologias diferentes e, posteriormente, sintomas diferentes. Mesmo dentro da “família” câncer, pode haver muitas variantes diferentes da doença, com diferentes linhas celulares que dão origem às doenças vistas.

Isso significa que é efetivamente impossível estudar ou curar o “câncer” como um todo e, portanto, os pesquisadores dividem e subdividem-os para se concentrarem em variantes individuais.

Isso não significa que ainda não encontramos nenhuma cura para alguns tipos de câncer. Por exemplo, somos muito bons no tratamento do câncer testicular, que atualmente tem uma taxa de sobrevivência de cerca de 98% após uma década, enquanto o melanoma maligno está alcançando uma taxa de sobrevivência de 89% após 10 anos.

Por que ainda não existe uma cura para câncer?

Tratar o câncer é difícil principalmente por causa do que ele realmente é. A doença é derivada das próprias células do nosso corpo, quando uma mutação em nosso DNA provoca o crescimento desgovernado das células.

Existem muitos sistemas naturais para evitar que isso aconteça, e a mutação que consegue escapar desses sistemas é incrivelmente rara. Mas por um simples jogo de números, com nossas células copiando e dividindo bilhões e bilhões de vezes, as chances são de que um irá passar.

Como é derivado de nossas próprias células, é difícil não só para o sistema imunológico encontrá-los, mas também para os tratamentos atingirem as células cancerosas sem danificar as saudáveis ​​no processo.

Leia mais

Uma das principais áreas de pesquisa quando se trata de tratar cânceres individuais é tentar identificar certos marcadores que estão presentes apenas em células cancerígenas.

Os pesquisadores então tentam desenvolver drogas para atacá-los ou sinalizá-los para que as próprias células imunes de uma pessoa possam lidar com eles por conta própria.

Mas, infelizmente, as coisas não são tão simples quanto isso. Pessoas diferentes respondem aos mesmos tratamentos de forma diferente. O que funciona para uma pessoa para tratar uma variedade específica de câncer não funcionará necessariamente para outra que tenha o mesmo tipo de doença.

Foto

curar o câncer
Por que ainda não existe uma cura para câncer?

É por isso que as pessoas diagnosticadas com a doença são testadas com diferentes tratamentos ou combinações de tratamentos para ver o que é mais eficaz.

Isso aborda outro aspecto da luta contra o câncer, em que algumas equipes estão trabalhando na pesquisa genética de câncer individualmente nos pacientes para criar um tratamento personalizado.

Então, embora possamos nunca ter uma única cura para o câncer, certamente estamos nos tratando. Alguns são mais fáceis de abordar do que outros e, assim, fazem avanços maiores, mas com mais tempo e mais pesquisas, certamente chegamos lá.

Fonte: IFLS