Xofluza – Conheça a nova droga contra a gripe

0 356

Há um novo medicamento para gripe aprovado, o primeiro em 20 anos que obteve aprovação da FDA dos EUA. Conheça mais sobre o Xofluza.

Em 24 de outubro, a agência aprovou o uso do novo medicamento antiviral, chamado baloxavir marboxil e vendido sob a marca Xofluza. A droga, já disponível no Japão, funciona de forma diferente para matar o vírus da gripe da outra classe principal de antivirais da gripe, que inclui o medicamento Tamiflu.

Drogas antivirais podem ajudar a aliviar os sintomas e reduzir a duração da gripe, embora a vacinação contra gripe continue a ser a melhor maneira de prevenir doenças e mortes causadas pelo vírus.

“A prevenção é melhor que o tratamento em todas as coisas e isso é absolutamente verdadeiro para a gripe”, diz o médico de doenças infecciosas Dr. Andrew Pavia, da Escola de Medicina da Universidade de Utah, em Salt Lake City. “Então, a primeira mensagem é: Tome sua vacina contra a gripe.”

Muitas pessoas não entendem a mensagem: os relatórios de 25 de outubro do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA indicam que menos de 40% dos adultos receberam vacina contra a gripe no ano passado, a menor quantidade em pelo menos oito temporadas. A temporada de 2017–2018 nos Estados Unidos foi particularmente mortal; cerca de 80.000 pessoas morreram de gripe ou complicações relacionadas.

Como o Xofluza funciona?

É um tratamento de dose única para pessoas com 12 anos ou mais que tiveram sintomas de gripe por menos de dois dias.

Em ensaios clínicos que incluíram mais de 1.000 adolescentes e adultos, uma dose única de Xofluza reduziu – cerca de um dia a um dia e meio – o tempo que um paciente apresentou sintomas de gripe, como febre, dores e tosse, em comparação com um placebo.

Embora aprovado para uso até 48 horas após o aparecimento dos sintomas, Xofluza funcionou melhor quando tomado em 24 horas.

A droga luta contra o vírus da gripe de uma nova maneira em comparação com outros antivirais como o Tamiflu. Xofluza bloqueia parte do vírus influenza que é fundamental para produzir proteínas que são necessárias para produzir cópias extras do vírus dentro de uma célula hospedeira. O Tamiflu, ao contrário, impede que o vírus libere partículas virais inteiras de uma célula infectada.

Por que precisamos de uma droga que possa combater a gripe de uma nova maneira?

Leia mais

Desde a introdução dos primeiros antivirais contra gripe, surgiram cepas de vírus resistentes aos medicamentos. Pesquisadores temem que, particularmente se houver uma pandemia, um vírus da gripe resistente possa surgir e um tratamento pronto pode não estar disponível.

Considerando a resistência à classe de medicamentos do Tamiflu, Dr. Hayden acredita que faz sentido estudar uma combinação de Xofluza com um antiviral mais antigo para diminuir o risco de surgimento de cepas resistentes adicionais e talvez produzir “um efeito antiviral muito mais potente.”

Quem se beneficia mais de Xofluza?

Para outros antivirais, como o Tamiflu, o CDC recomenda seu uso principalmente para indivíduos com maior risco de desenvolver complicações, como bronquite ou pneumonia, quando estão gripados.

Este grupo inclui aqueles com 65 anos ou mais e aqueles com doenças subjacentes como asma, doença cardíaca, diabetes ou doença pulmonar crônica.

A Xofluza ainda não foi aprovada para uso nesses pacientes de alto risco. Mas resultados recentes, apresentados em outubro na reunião anual da Infectious Disease Society of America, mostraram que a droga era eficaz para eles.

Além de terem menos dias com sintomas, pacientes com fatores de risco como asma ou doenças pulmonares crônicas que receberam Xofluza desenvolveram menos complicações do que aqueles que receberam placebo.

Fonte: Science News

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More