Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Lutadores de pés planos têm uma vantagem evolutiva para combates

0 24

Grandes macacos e seres humanos tem vantagem evolutiva para a luta, de acordo com um novo estudo.

Cientistas da Universidade de Utah descobriram que a postura do calcanhar ao andar permite mais força de balanço quando se trata de lutar.

E os pesquisadores acreditam que nossas capacidades físicas e a agressão física podem ter desempenhado um papel importante na formação de nossa postura.

Caminhar nos calcanhares é uma característica que separa os grandes macacos e humanos de outros primatas.

Link 100% seguro

Apesar de caminhar com as pontas do pé ser importante para a velocidade, andar com os calcanhares plantados permite mais força de balanço – de acordo com o estudo publicado hoje em Biology Open.

O principal autor do estudo, o professor de biologia Dr. David Carrier, acredita que as características que distinguem os seres humanos e os grandes símios de outros primatas são benéficas para a luta, isso sugeriria que a agressão era importante em nosso passado evolutivo.

A maioria das espécies de mamíferos, incluindo a maioria dos primatas, caminham e correm com o calcanhar acima do solo. Essas posições, chamadas de digitígrado e ungulígrado, tornam a corrida mais fácil alongando o membro e reduzindo as tensões colocadas nos tendões e ligamentos do membro inferior.

macacos-pés-chatos

A postura dos grandes símios, chamada plantígrado, é compartilhada com outras espécies menos especializadas para correr, incluindo ursos, carcajus e alguns roedores.

O Dr. Carrier e seu colega Dr. Christopher Cunningham da Universidade da Geórgia exploraram a teoria de que uma postura plantígrada permite aos braços uma força mais impressionante ao aumentar o torque – ou força de rotação – que pode ser aplicado ao solo.

Teste da teoria

Para testar esta teoria, os pesquisadores criaram uma placa de força para medir a força aplicada no chão quando os voluntários batiam ou empurravam um grande pêndulo ponderado.

Medindo a velocidade que os voluntários transmitiram ao pêndulo, juntamente com a resistência conhecida do pêndulo à aceleração, os pesquisadores calcularam o trabalho realizado.

Doze voluntários completaram a tarefa com os calcanhares plantados e os calcanhares para cima, com um pé ou dois.
Os comportamentos marcantes e de luta estudados incluíram ataques laterais e empurrões, ataques descendentes, empurramentos para a frente e empurramentos para trás.

testes-dos-primatas
testes-dos-primatas

Em todos os casos, a força ou energia aplicada foi maior em postura plantígrada do que digitígrado, confirmando a hipótese da equipe de que uma postura plantígrada permite que uma pessoa ou um macaco exerça mais força e energia, uma vantagem na luta.

Dr. Carrier estuda a biomecânica de como os animais se movem e o que esse movimento sugere sobre o curso da evolução de um animal.

As descobertas

Sobre as descobertas, ele disse: “Esta história é mais uma peça em um quadro mais amplo, um conjunto de caracteres distintivos que são consistentes com a ideia de que estamos especializados em algum nível para o comportamento agressivo”.

“Se a agressão era importante em nosso passado, deveríamos ver evidências disso em nossa anatomia”.

“As pessoas que se alinham para a maratona olímpica não são constituídos da mesma forma que os lutadores, eles não são constituídos da mesma forma que os velocistas”.

A evolução da postura

Uma teoria para a evolução da postura dos grandes macacos tem a ver com a forma como macacos sobem e se locomovem em árvores.

Em vez de caminhar em quatro membros ao longo dos topos de ramos como outros primatas, os macacos tendem a pendurar usando seus braços e andar sobre suas patas traseiras com o apoio de equilíbrio de seus braços em outros ramos.

Para facilitar isso, os macacos podem ter deslocado seu centro de massa em direção às patas traseiras, o que resultaria em uma postura plantígrada.

 

Fonte: Daily Mail

Inscreva-se no Notícia Alternativa
Inscreva-se no Notícia Alternativa
Inscreva-se para receber mais notícias e atualizações
Você pode desativar quando quiser