A ciência corre perigo como nunca antes se viu – Stephens Hawkins

0 256

Em um artigo publicado depois de sua morte, o professor Stephen Hawking disse para a nova geração: “Lembre-se de olhar para as estrelas e não para os seus pés”.

O cosmologista, que sofria de escleróse amiotrófica lateral e morreu em março, teve seus últimos pensamentos divulgados em um evento de lançamento de seu último livro: “Brief Answers To The Big Questions”.

As palavras de conselho e desafio do Prof. Hawking, ecoando em uma tela no Museu de Ciência de Londres, trouxeram lágrimas aos olhos de sua filha Lucy.

Ele advertiu que educação e ciência estavam “em perigo agora mais do que nunca”.

O professor acrescentou: ‘Estamos…em perigo de nos tornarmos culturalmente isolados e insulares e cada vez mais distantes de onde o progresso está sendo feito.”

“Com Brexit e Trump agora exercendo novas forças em relação à imigração e ao desenvolvimento da educação, estamos testemunhando uma revolta global contra especialistas, e isso inclui cientistas.”

“O que vem pela frente para aqueles que são jovens agora? Posso dizer com confiança que o futuro deles dependerá mais de ciência e tecnologia do que qualquer geração anterior”.

O aquecimento global, a superpopulação, a extinção de espécies, o desmatamento e a degradação dos oceanos serão apenas alguns dos desafios que a ciência terá que enfrentar, disse ele.

Prof Hawking terminou seu discurso emocionante para as gerações mais jovens com as palavras emocionantes: “Lembre-se de olhar para as estrelas e não para seus pés. Tente entender o que você vê, e pense sobre o que faz o universo existir.”

“Seja curioso, e por mais difícil que a vida possa parecer, há sempre algo que você pode fazer e ter sucesso. É importante que você não desista. Libere sua imaginação. Forme o futuro.”

Os filhos

Leia mais

Lucy Hawking, que participou do lançamento do livro, foi questionada sobre como se sentiu ao ouvir seu pai falando novamente através de seu famoso computador de geração de voz.

Ela disse: “Foi muito emocionante. Eu me afastei porque tinha lágrimas nos meus olhos.”

“Sinto-me às vezes como se ele ainda estivesse aqui porque falamos sobre ele e ouvimos a voz dele e vemos imagens dele, e então temos a lembrança de que ele nos deixou.”

Outro filho, Timothy disse que, enquanto lia o novo livro, ele podia ouvir a voz de seu pai “saltando da página”.

Ele acrescentou: “Foi muito bom nos conectar com ele novamente dessa maneira.”

As cinzas do Prof Hawking foram enterradas na Abadia de Westminster ao lado dos restos mortais de Sir. Isaac Newton e Charles Darwin.

Fonte: Daily Mail