Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Açúcar e câncer: Pesquisa faz importante descoberta – Confira!

0 310

Os cientistas finalmente identificaram como o açúcar alimenta o câncer em um novo estudo que foi reconhecido como um “avanço”.

O estudo, publicado hoje, explica por que as células cancerígenas rapidamente quebram açúcares sem produzir muita energia – um fenômeno descoberto em 1920, denominado “efeito Warburg”.

Até agora, não ficou claro se o efeito era um sintoma de câncer ou uma causa.

Mas um projeto de pesquisa conjunta de nove anos realizado por uma coalizão de universidades holandesas mostrou que o açúcar naturalmente está ligado com um gene chamado ‘ras‘, que é essencial para a capacidade de cada célula de câncer sobreviver.

Essa conexão é tão forte que as células são impotentes para expulsá-la, criando um “ciclo vicioso” que estimula o câncer e metaboliza persistentemente o açúcar.

O achado publicado na Nature Communications poderia ter implicações para dietas de pacientes com câncer, e para os que não sofrem, ele deixa mais luz sobre os perigos do açúcar.

“Nossa pesquisa revela como o consumo de açúcar hiperativo leva a um ciclo vicioso de estimulação contínua do desenvolvimento e crescimento do câncer”, disse o autor principal, o professor Dr. Johan Thevelein, biólogo molecular da VIB e KU Leuven.

“Assim, é capaz de explicar a correlação entre a força do efeito de Warburg e a agressividade do tumor. Este link entre açúcar e câncer tem consequências radicais.”

“Nossos resultados fornecem uma base para futuras pesquisas neste domínio, que agora podem ser realizadas com um foco muito mais preciso e relevante”.

No entanto, eles ainda não sabem por que a doença agressiva não evoluiu desse processo infrutífero.

A pesquisa começou em 2008

O objetivo era esclarecer o efeito de Warburg, que foi descoberto por Otto Warburg, um físico alemão, em 1920.

O Dr. Warburg descobriu que tecidos cancerígenos convertem quantidades significativamente maiores de açúcar em lactato em comparação com tecidos saudáveis.

O Dr. Warburg não foi capaz de explicar este enigma – nem foi outro pesquisador nos anos desde então.

É por isso que este trabalho de pesquisa foi louvado como um passo significativo na compreensão do câncer.

Os pesquisadores estudaram leveduras, que contém o mesmo gene “ras” como células cancerosas.

O professor Johan Thevelein explicou: “Observamos na levedura que a degradação do açúcar é feita através do poli-fósforo, intermediário da frutose, para que ocorra a ativação das proteínas Ras, que estimulam a multiplicação de células de leveduras e câncer.”

“É impressionante que este mecanismo tenha sido conservado durante a longa evolução das células de leveduras para humanos.”

“Conseguimos assim atingir este processo em células de levedura e confirmar a sua presença em células de mamíferos.

“No entanto, as descobertas não são suficientes para identificar a principal causa do efeito de Warburg. Mais pesquisas são necessárias para descobrir se esta causa primária também é conservada em células de levedura”.

Fonte: Daily Mail