Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Estudo da ONU prevê como será a população mundial em 2050 e 2100

0 501

A população mundial crescerá em um bilhão de pessoas nos próximos 13 anos e será quase 10 bilhões quando chegarmos a 2050, prevê a ONU.

Espera-se que a população atual de 7,6 bilhões se espalha na próxima década, impulsionada em grande parte pelas altas taxas de natalidade na África, de acordo com um novo relatório da ONU.

A Índia superará a China como a mais populosa nos próximos sete anos, enquanto a Nigéria ultrapassará os Estados Unidos e se tornará o terceiro país mais populoso do mundo pouco antes de 2050, sugerem pesquisas.

Enquanto isso, a Europa, que atualmente tem uma taxa de natalidade de 1,6 crianças por mulher, deverá ver uma diminuição da população nas próximas décadas.

O relatório da Divisão de População do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais disse que aproximadamente 83 milhões de pessoas são adicionadas à população mundial a cada ano.

Espera-se que a tendência ascendente continue mesmo com um declínio contínuo nas taxas de fertilidade, que caíram de forma constante desde a década de 1960, escreveram os autores.

John Wilmoth, diretor da Divisão de População, disse que o relatório inclui informações sobre as populações de 233 países ou áreas do mundo.

“A população em África é notável por sua rápida taxa de crescimento, e prevê-se que mais da metade do crescimento da população global entre agora e 2050 aconteça nessa região”, afirmou.

2050

A agência da ONU prevê que, a partir de 2050, metade do crescimento da população mundial estará concentrada em apenas nove países – Índia, Nigéria, Congo, Paquistão, Etiópia, Tanzânia, Estados Unidos, Uganda e Indonésia.

Essas nações estão listadas na ordem de sua “contribuição esperada para o crescimento total”, disse o relatório.

Durante o mesmo período, acrescentou, espera-se que as populações de 26 países africanos pelo menos dupliquem.
A Nigéria, atualmente o sétimo maior país do mundo, tem a população de mais rápido crescimento dos 10 países mais populosos do mundo, e o relatório projeta que ele superará os EUA pouco antes do meio do século.

Novas projeções

As novas projeções também preveem que a China, que atualmente tem 1,4 bilhões de habitantes, será substituída como o país mais populoso do mundo por volta de 2024 pela Índia, que agora possui 1,3 bilhão de habitantes.

O relatório, intitulado “As Perspectivas de População do Mundo: a Revisão de 2017”, disse que a fertilidade tem diminuído em quase todas as regiões nos últimos anos.

“A Europa tem o menor nível de fertilidade, estimado em 1,6 nascimentos por mulher no período mais recente, enquanto a África tem a maior fertilidade, com cerca de 4.7 partos por mulher”, afirmou.

O relatório disse que as taxas de natalidade nos 47 países menos desenvolvidos permanecem relativamente altas, com crescimento populacional em torno de 2,4% ao ano.

Embora essa taxa deva diminuir significativamente nas próximas décadas, a ONU disse que a população combinada dos 47 países deverá aumentar em 33%, cerca de 1 bilhão agora para 1,9 bilhões em 2050.

projeção da ONU
Projeção da população mundial feita pela ONU.

Os mais populosos com baixa natalidade

Os 10 países mais populosos com baixos níveis de fertilidade são a China, Estados Unidos, Brasil, Rússia, Japão, Vietnã, Alemanha, Irã, Tailândia e Reino Unido, segundo o relatório.

Além de abrandar o crescimento populacional, baixos níveis de fertilidade levam a uma população mais velha, observou o relatório. Ele prevê que o número de pessoas com 60 anos ou mais suba dos atuais 962 milhões para 2,1 bilhões em 2050 e triplique para 3,1 bilhões em 2100.

Um quarto da população da Europa já tem 60 anos ou mais, e essa participação deverá chegar a 35% em 2050, e permanecerá em torno desse nível para o resto do século, segundo o relatório.

 

Fonte: Daily Mail