Não use óleo de coco, sugere órgão de pesquisa americano

0 358

Um novo relatório divulgado pela American Heart Association não aconselha o uso de óleo de coco.

Isso ocorre porque o óleo de coco contém altos níveis de gorduras saturadas – quase seis vezes mais do que o azeite.

As gorduras saturadas são consideradas insalubres porque podem aumentar os níveis de colesterol “ruim”, aumentando assim o risco de doença cardíaca.

Enquanto o óleo de coco é vendido como um alimento saudável, ele contém níveis mais altos de gorduras saturadas do que a banha de porco e a manteiga.

De acordo com o relatório, o óleo de coco contém 82 por cento de gordura saturada, enquanto a banha de porco contém 39 por cento de gorduras saturadas, gordura de carne bovina 50 por cento e manteiga de 63 por cento.

A American Heart Association recomenda a limitação de gorduras saturadas – que são encontradas em manteiga, queijo, carne vermelha e outros alimentos com base em animais.

HDL e LDL

Pesquisas datadas da década de 1950 já mostravam ligações entre gorduras saturadas e colesterol LDL – o que aumenta o risco de doença cardíaca.

O colesterol LDL é conhecido como a forma “ruim” de colesterol porque em altos níveis pode levar ao acúmulo de placa nas artérias e resultar em doença cardíaca e acidente vascular cerebral.

Leia mais

Em contrapartida, o colesterol HDL, conhecido como “boa forma de colesterol”, absorve o colesterol e o carrega de volta ao fígado, que o expulsa do corpo.

Ter altos níveis de colesterol HDL pode ter o efeito oposto do colesterol LDL e reduzir o risco de doença cardíaca e acidente vascular cerebral.

Em vez de comer alimentos ricos em gorduras saturadas, como carne vermelha, comida frita, alimentos açucarados e óleo de coco, a AHA recomenda substituí-los por melhores fontes de gorduras mais saudáveis ​​e insaturadas.

Essas gorduras podem ser encontradas em fontes como nas aves e peixes oleosos, nozes e legumes, abacates, óleos vegetais não tropicais, como o azeite e produtos lácteos com baixo teor de gordura.

De acordo com a Public Health England, uma pessoa comum não deve comer mais de 30 gramas (1 onça) de gordura saturada por dia e a mulher média não deve comer mais de 20 gramas (0.7 onças) de gordura saturada por dia.

No entanto, para alguém que procura reduzir os níveis de colesterol no sangue, a AHA recomenda reduzir a gordura saturada para não mais de 5 a 6 por cento do total de calorias. Para alguém comendo 2.000 calorias por dia, é cerca de 13 gramas de gorduras saturadas.

Fonte:  American Heart Association & Daily Mail

Comentários

Loading...