Neve rosa nos Alpes italianos preocupa pesquisadores – Fotos!

0 245

A neve rosa nos Alpes italianos está acontecendo graças a uma alga que absorve a luz do sol. Apesar da bela coloração a alga aumenta o risco de derreter o gelo.

Essa espécie de alga, conhecida como Ancylonema nordenskioeldii, está revestindo a neve em partes da geleira Presena, no norte da Itália.

Normalmente, o gelo reflete mais de 80% da radiação do sol de volta à atmosfera devido à sua aparência branca.

Mas os cientistas dizem que as algas inofensivas estão tornando a neve mais escura e absorvendo mais luz solar como resultado.

Portanto, a neve rosa derrete mais rapidamente do que o normal. Esse processo exacerba os efeitos de temperaturas mais altas causadas por gases de efeito estufa.

O problema do feedback positivo

Quanto mais o gelo derrete, mais algas aparecem. Isso ocorre pois o fornecimento de água e ar alimenta ainda mais as algas.

Isso acrescenta ainda mais tons de vermelho/rosa ao gelo branco no Passo Gavia, a uma altitude de 2.618 metros, visível do solo e em fotos aéreas.

A. nordenskioeldii também está presente na chamada zona escura da Groenlândia, onde o gelo também já está derretendo, dizem os cientistas, mas sua abundância na Itália acrescenta novas preocupações.

“A alga não é perigosa, é um fenômeno natural que ocorre durante os períodos de primavera e verão nas latitudes médias”, disse à AFP Dr. Biagio Di Mauro, do Conselho Nacional de Pesquisa da Itália.

O organismo (Ancylonema nordenskioeldii) responsável pela neve rosa.

‘Tudo o que escurece a neve faz com que derreta porque acelera a absorção da radiação. Estamos tentando quantificar o efeito de outros fenômenos além do humano no superaquecimento da Terra.”

Confira outra matéria sobre a neve vermelha/rosa aqui!

Fonte: Daily Mail

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência AceitarLeia Mais