Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Descoberto exame de sangue que detecta câncer antes de acontecer

85

Um simples exame de sangue que detecta câncer antes que os sintomas comecem. Isso parece algo futurista. Mas pesquisadores anunciaram esse grande avanço que pode salvar milhares de vidas.

Exame de sangue que detecta câncer. Comparado por cientistas a um detector de fumaça, o teste funciona através da detecção de alterações nas células vermelhas do sangue. Essas alterações ocorrem quando o câncer está presente.

Custando aproximadamente o mesmo que um exame de sangue normal, espera-se que poderia um dia ser usado para monitorar pessoas consideradas com alto risco de contrair a doença.

A detecção precoce aumenta as chances de sobrevivência na maioria dos casos de câncer com tratamentos mais eficazes em combater o câncer antes que se espalhe.

Os cientistas acreditam que a descoberta, que foi revelado no Festival Britânico de Ciência em Swansea, poderá salvar milhares de vidas por ano.

exame de sangue que detecta câncer
Descoberto exame de sangue que detecta câncer.

Ele foi desenvolvido após pesquisadores da Swansea University Medical School estudarem 300 pessoas saudáveis, doentes com sinais de pré-câncer e aqueles com câncer esofágico.

O teste leva apenas algumas horas utilizando equipamento de laboratório padrão. O exame detecta mutações em proteínas da superfície de células vermelhas do sangue.

Considerando que, em pacientes saudáveis, o número médio de mutações é de cerca de cinco por milhão. Já em pacientes com câncer elas podem ser de 50 a 100 mutantes por milhão.

Embora elas não tenham um papel no desenvolvimento do câncer, que é visto como “danos colaterais”, elas são produzidas em células sanguíneas em circulação, um subproduto de um câncer desenvolvido internamente.

Os cientistas disseram que o teste fornece uma maneira não-invasiva para monitorar pacientes de alto risco.

Leia mais

Opinião dos cientistas

Professor Gareth Jenkins, que liderou o estudo, disse: “O teste pode ser comparado a um ‘detector de fumaça do câncer ‘. Isso porque um detector de fumaça não detecta a presença de fogo em nossas casas, mas o seu subproduto, fumaça.”

“Este teste não detecta o câncer, detectando a “fumaça” (mutado nas células sanguíneas).

“O velho ditado onde há fumaça há fogo também se aplica ao câncer. Nenhum caso de câncer ocorre sem mutação. Uma vez que a mutação é a principal força motriz para o desenvolvimento do câncer. ”

O câncer esofágico, que o teste detecta, tem taxas de sobrevivência particularmente baixas como é muitas vezes diagnosticada tardiamente. A sobrevida é de apenas um ano após o diagnóstico.

Professor Jenkins disse que o teste teria um “efeito enorme” se ele funcionasse em todos os tipos de cânceres. Há muita esperança que ele consiga.

A investigação está em andamento para determinar se o câncer de pâncreas pode ser rastreado da mesma forma.

Dr. Áine McCarthy, sênior de informação científica do Cancer Research UK, disse que encontrar novas formas de detectar câncer precoce é vital para melhorar as taxas de sobrevivência.

 

Fonte: Daily Mail