Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Cientistas criam vespa mutante – Saiba o motivo

0 37

Pesquisadores criaram uma nova variedade de vespas mutantes de olhos vermelhos para o mundo.

As vespas foram criadas para provar que a tecnologia de edição de genes CRISPR pode ser usada com sucesso nas minúsculas vespas parasitas, dando aos cientistas uma nova maneira de estudar a biologia das vespas. Como por exemplo, a maneira como os machos podem converter todos seus prole em machos usando elementos genéticos “egoístas”.

Ninguém sabe como esse elemento genético egoísta em algumas vespas machos “pode ​​de alguma forma matar os embriões femininos e criar apenas machos”, disse Dr. Omar Akbari, professor assistente de entomologia que liderou a equipe de pesquisa.

“Para entender isso, precisamos prosseguir seus cromossomos PSR (proporção sexual paterna), talvez por regiões mutantes do cromossomo PSR para determinar quais genes são essenciais para sua funcionalidade”.

Com a relativamente nova tecnologia CRISPR, que permite aos cientistas injetar componentes como RNA e proteínas em um organismo com instruções para encontrar, cortar e mutar um pedaço específico de DNA. Em seguida, os pesquisadores podem ver como a interrupção do DNA afeta o organismo.

O objetivo final, no caso de Akbari, é entender melhor a biologia de vespas e outros insetos, para que eles possam encontrar uma maneira de controlar insetos que destroem colheitas ou propagam doenças como a malária.

Mas o primeiro passo é descobrir como usar a tecnologia CRISPR em um organismo tão pequeno, algo que ninguém nunca tinha feito antes, em grande parte porque o trabalho é bastante assustador, disse Dr. Akbari.

Vespas mutantes

No caso das vespas mutantes, a equipe decidiu cortar os genes que controlam a cor dos olhos normalmente pretos da vespa.

Mas criar essa interrupção levou algum trabalho – bem, muita coisa a fazer, disse Akbari. “Você tem que usar uma agulha muito fina e um microscópio e injetar individualmente centenas de milhares de embriões, mas no final, desenvolvemos um protocolo que pode ser usado para cortar o DNA neste organismo e nós mostramos que ele funciona. ”

E aquelas vespas vermelhas? Eles não vão embora em breve. Os cortes no DNA criaram uma vespa mutante com traços hereditários, o que significa que esses olhos vermelhos serão transmitidos para todos os seus descendentes no futuro – uma qualidade importante para os pesquisadores que estão procurando uma linha estável de insetos para estudar.

Fonte: Eurekalert