Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

J&J é condenada a pagar US$ 417mi por talco causar câncer – Saiba mais!

0 307

Johnson & Johnson na segunda-feira foi condenada por um júri da Califórnia de pagar US $ 417 milhões a uma mulher que afirmou ter desenvolvido câncer de ovário depois de usar o talco da empresa para higiene feminina.

O veredito do júri no Tribunal Superior de Los Angeles a favor da sra. Eva Echeverria, foi o maior até o momento em ações judiciais alegando que a J&J não informou adequadamente os consumidores sobre os riscos de câncer de produtos baseados em talco.

O veredicto incluiu US$ 70 milhões em danos compensatórios e US$ 347 milhões em danos punitivos, disse uma porta-voz dos advogados de Echeverria.

“Vamos apelar o veredito de hoje, porque somos guiados pela ciência, que apoia a segurança do talco Johnson Baby”, disse a J&J em um comunicado.

Em julgamento, advogados da Sra. Echeverria acusaram a empresa de incentivar as mulheres a usarem seu talco, apesar de anos de estudos que ligam o diagnóstico de câncer de ovário e as mortes ao uso de talco genital.

Os advogados da J&J argumentaram que vários estudos científicos, bem como agências federais, incluindo a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA, não descobriram que o talco é cancerígeno.

O julgamento segue após cinco anteriores no tribunal estadual do Missouri.

A J&J perdeu quatro desses julgamentos e, juntamente com um fornecedor de talco, foi atingido com um total de US$ 307 milhões em veredictos. Antes de segunda-feira, o maior veredicto foi de US$ 110 milhões.

O caso é chamado de Echeverria et al., Johnson & Johnson, Tribunal Superior de Los Angeles, nº BC628228.

Fonte: Reuters