Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Super-gonorreia assusta órgão de saúde Inglês.

80

Os esforços para travar a propagação de uma “superbactéria” sexualmente transmissível não estão funcionando. Novos estudos alertam para o risco da Super-gonorreia.

Super-gonorreia pode estar se tornado intratável. Isso é o que dizem os especialistas depois de mais casos relatados este ano.

Casos iniciais do surto na Inglaterra estavam entre os heterossexuais. Mas em um relatório divulgado pelo Ministério da Saúde Pública Inglaterra, revelou a infecção também está se espalhando entre homens que fazem sexo com homens.

Até agora houve 17 casos de gonorreia HL-Azir relatados em 2016, em comparação com 15 casos no ano anterior. O relatório também afirmou que ocorreram houve 48 casos confirmados desde novembro de 2014.

Os pacientes são tratados com ceftriaxona, e em seguida, por um comprimido de azitromicina. Mas acredita-se que a forma super-resistente da bactéria pode ter desenvolvido resistência à segunda droga.

super-gonorreia
Principal defesa contra super-gonorreia são os preservativos.

Com nenhum outro medicamento na reserva, as autoridades de saúde anteriormente pediram ao público para limitar o sexo casual e usar preservativos com um novo parceiro.

O relatório afirma: “O surto de gonorreia HL-Azir na Inglaterra persiste. “A gonorreia pode desenvolver resistência rapidamente, portanto, a terapia dupla é recomendada porque o desenvolvimento simultâneo de resistência a ambas as classes de drogas é menos provável, e tratamento de primeira linha permanecerá em vigor.”

“Se azitromicina se torna ineficaz contra gonorreia, não há “segunda trava” para prevenir ou retardar o aparecimento de resistência a ceftriaxona, e gonorreia pode tornar-se intratável.”

O que é gonorreia?

Leia mais

A gonorreia é uma doença sexualmente transmissível (DST) causada por uma bactéria chamada Neisseria gonorrhoeae ou gonococo.

É a segunda doença sexualmente transmissível mais comum após a clamídia e os casos anuais aumentaram em um quinto, e alguns especialistas ligam ao aumento de sexo casual.

As bactérias são encontradas principalmente nos fluídos eliminados pelo pênis e no fluido vaginal.

Os sintomas típicos de gonorreia incluem um corrimento verde ou amarelado espesso da vagina ou do pênis e/ou dor ao urinar.

O sucesso do tratamento anterior para a gonorreia não torna a pessoa imune a uma segunda infecção.

 

Fonte: Daily Mail