A segunda guerra mundial afetou até mesmo as baleias – Entenda!

0 4.480

Os pesquisadores usaram um método bastante intrigante para descobrir o que faz as baleias se estressarem, e, surpreendentemente (ou não)…somos os culpados. Especialmente após a segunda guerra mundial.

Em um estudo publicado na revista Nature Communications, uma equipe liderada pela Baylor University, no Texas, estudou a cera de barbatana, de baleias jubartes e baleias azuis que viveram nos oceanos Pacífico e Atlântico entre 1870 e 2016.

Este é o primeiro estudo a estresse estresse ao longo do tempo em baleias.

Essa cera vem de lâminas de proteção, coletadas por museus, que é uma camada de crescimento encontrada no ouvido. Estudando essa camada, os pesquisadores puderam examinar os níveis de cortisol nas baleias, que é um hormônio de resposta ao estresse, e combinaram com os principais momentos da história.

E surpreendentemente, eles foram capazes de mostrar que os níveis de cortisol aumentaram na década de 1960, quando a caça às baleias estava em seu pico. Nessa época até 150.000 dos animais foram assassinados.

Isso representou os níveis mais altos de cortisol encontrados no século XX. Eles também foram altamente estressados ​​durante o aumento dos níveis de caça nas décadas de 1920 e 1930.

Mas os níveis de cortisol também aumentaram durante a Segunda Guerra Mundial. Apesar das atividades baleeiras na verdade estarem diminuindo, os pesquisadores acham que o impacto da guerra poderia ter causado o estresse das baleias.

“Supomos que atividades de guerra, como detonação submarina, batalhas navais, incluindo navios, aviões e submarinos, bem como o aumento do número de embarcações, contribuíram para aumentar as concentrações de cortisol durante este período de redução da caça às baleias”.

Os menores níveis após a segunda guerra mundial

Os níveis de cortisol da baleia atingiram seu ponto mais baixo em meados da década de 1970, quando a caça às baleias diminuiu para zero no Hemisfério Norte. No entanto, os níveis de cortisol ainda aumentaram de forma constante até os dias atuais, sugerindo que outras tensões causadas pelo homem e o aquecimento das temperaturas da superfície do mar podem ter um papel importante.

A pesquisa é importante porque acredita-se que as baleias sejam um bom indicador do efeito que os humanos estão tendo no habitat marinho.

Leia mais

Pesquisadores também destacam o quanto os humanos podem ter impacto sobre essas grandes baleias, mostrando que momentos importantes em nossa história afetaram não apenas a nós.

“Enquanto o perfil de estresse gerado se estende por quase 150 anos, mostramos que essas baleias sofreram estresse de sobrevivência, ou seja, a exposição aos efeitos indiretos da caça, incluindo o ruído dos navios, a proximidade das embarcações e assédio constante, resulta em hormônios de estresse elevados em baleias distâncias”, disse o Dr. Stephen Trumble, principal autor do estudo, no comunicado.

Fonte: Nature Communications

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More