Turistas que irão para Europa devem ser vacinados contra sarampo, recomenda CDC

0 753

Os turistas que irão viajar para a Europa devem tomar medidas para se protegerem contra o sarampo, recomendou o CDC (EUA).

Desde janeiro de 2016, mais de 14 mil casos de sarampo foram relatados na Europa. E 35 pessoas em toda a Europa morreram pela infecção altamente contagiosa no ano passado, diz a Organização Mundial da Saúde.

“A maioria dos casos de sarampo nos Estados Unidos são o resultado das viagens internacionais”, disse o Dr. Gary Brunette, chefe do programa de saúde dos viajantes do CDC.

“Os viajantes ficam infectados no exterior e trazem a doença para casa. Isso pode causar surtos aqui nos Estados Unidos”, disse Dr. Brunette em um comunicado de imprensa da agência.

Os 15 países europeus que relataram a doença este ano são: Áustria, Bélgica, Bulgária, República Tcheca, Dinamarca, França, Alemanha, Hungria, Islândia, Itália, Portugal, Eslováquia, Espanha, Suécia e Reino Unido, de acordo com o CDC.

Desde o outono passado, o CDC emitiu avisos de saúde de viagem para cinco países europeus: França (adicionada neste mês), Bélgica, Alemanha, Itália e Romênia. Esses avisos devem informar os viajantes e seus médicos sobre problemas de saúde atuais em locais específicos.

Os turistas que não estão protegidos contra o sarampo, seja por vacinação ou por infecção prévia, devem ser vacinados antes das viagens internacionais, recomendou o CDC. Isso protege as pessoas quando voltam para casa.

O CDC também disse que os viajantes devem ver o seu médico pelo menos 4 a 6 semanas antes de qualquer viagem internacional para que eles tenham tempo para completar a série de vacinas e dar tempo ao corpo para aumentar a imunidade.

O sarampo

Leia mais

O vírus do sarampo se espalha quando uma pessoa infectada tosse ou espirra. O CDC estima que nove em dez pessoas suscetíveis em contato próximo com alguém com sarampo também desenvolverão a doença.

Os sintomas geralmente incluem erupção cutânea, febre alta, tosse, corrimento nasal e olhos aquosos.

Em alguns casos, ocorre uma infecção no ouvido, diarreia ou uma infecção pulmonar grave, como a pneumonia.

Embora raro, o sarampo também pode causar inchaço do cérebro e morte, de acordo com o CDC.

Fonte: CDC

Comentários

Loading...