Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Idoso contrai infecção fúngica rara na perna e imagens impressionam!

0 1.490

A maioria das pessoas assume machucar suas costas é que o pior pode acontecer ao mover o mobiliário de sua casa.
Mas, para um australiano de 81 anos, isso quase o levou a morte.

Atenção: Imagens abaixo podem impressionar

Ele pegou um fungo raro na sua perna enquanto reorganizava sua casa.

O homem idoso, cujo nome é desconhecido, arranhou sua perna quando ele bateu contra um objeto não identificado em sua casa.

Link 100% seguro

Um fungo que é conhecido por ser mortal, que estava vivendo no móvel, então entrou em sua corrente sanguínea.
Os médicos passaram dois meses tentando mantê-lo vivo, depois que os anti-fúngicos inicialmente não conseguiram atacar o fungo, chamado de Saksenaea vasiformis.

Tal infecção, que tem cheiro desagradável e característico, afetou apenas poucas pessoas na literatura médica.

Saksenaea vasiformis é um patógeno fúngico raro em humanos, com menos de 50 casos documentados”, escreveram especialistas em BMJ Case Reports.

“Isso pode causar infecções sistêmicas graves em tecidos moles. A terapia anti-fúngica imediata, apoiada pelo desbridamento quando necessário, leva a um desfecho favorável na maioria dos casos”.

Os médicos disseram que o paciente buscou atendimento médico apenas nove dias depois de ter arranhado sua perna (sem sangramento).

Saksenaea vasiformis

Saksenaea vasiformis é um patógeno fúngico raro em humanos, com menos de 50 casos documentados.

A infecção geralmente resulta da implantação traumática do solo ou de outros materiais orgânicos contendo esporangiósporos.

As infecções humanas foram documentadas na América do Norte, Central e do Sul, e na Europa, Ásia e Austrália.
A primeira infecção humana por S. vasiformis foi relatada em 1976 nas feridas faciais de um homem de 19 anos após um acidente automobilístico.

A infecção por inalação também foi relatada. A detecção precoce é fundamental, uma vez que a doença disseminadora é quase uniformemente fatal.

Fotos:

Saksenaea vasiformis Saksenaea vasiformis

Fonte: Daily Mail

Inscreva-se no Notícia Alternativa
Inscreva-se no Notícia Alternativa
Inscreva-se para receber mais notícias e atualizações
Você pode desativar quando quiser