Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Resistência bacteriana aos antibióticos – Novos dados preocupam

0 84

Concentrações vestigiais de antibióticos, tais como aqueles encontrados em descargas de esgotos, são suficientes para permitir que as bactérias mantenham a resistência aos antibióticos.

Bactérias estão cada vez mais resistentes à antibióticos e isso pode ser desencadeado por diferentes fatores. A pesquisa descreveu os diferentes mecanismos de resistência como “egoísta” ou “cooperativa”. A resistência às drogas egoísta só beneficia a célula individual com a resistência, enquanto a resistência cooperativa beneficia tanto a célula resistente quanto as células vizinhas independente se essas são resistentes ou não.

aOs investigadores analisaram um plasmídeo chamado RK2 em Escherichia coli, uma bactéria que pode causar diarréia infecciosa. RK2 codifica tanto a resistência cooperativa ao antibiótico ampicilina quanto a resistência egoísta de um outro antibiótico, a tetraciclina. Eles descobriram que a resistência egoísta à droga é mantida mesmo para concentrações de antibiótico cerca de 100 vezes mais baixa do que o esperado – quantidade equivalente de resíduos de antibióticos encontrados em emissários de esgoto.

Dr. Wood, autor da pesquisa, disse: “As bactérias mais comuns tornar-se resistentes aos antibióticos através de transferência horizontal de genes adquiridos em pequenos pedaços de DNA, chamado plasmídeos. Os plasmídios podem saltar de uma bactéria para outra e podem conter mais de uma resistência. “

Link 100% seguro

Michael Bottery, co-autor, acrescentou: “Há um reservatório de resistência a antibióticos lá fora, em que as bactérias podem escolher e adquirir qualquer um. A nossa descoberta mostra que algumas das resistências podem existir em muito mais baixas concentrações de antibiótico que se pensava.”

Fonte: Science daily

Entenda mais sobre resistência aos antibióticos:

Inscreva-se no Notícia Alternativa
Inscreva-se no Notícia Alternativa
Inscreva-se para receber mais notícias e atualizações
Você pode desativar quando quiser