Puberdade precoce em meninas pode ser causado por algo bem comum – Entenda!

0 446

Produtos químicos encontrados em batons, vernizes e desodorantes podem estar causando a puberdade precoce em meninas, sugere um estudo de longa duração com mães e filhas.

A pesquisa encontrou uma relação linear entre a exposição de ftalatos, parabenos e fenóis e o início da puberdade em meninas. Não houve observação semelhante em meninos.

Os ftalatos são encontrados em produtos perfumados, como perfumes, desodorantes, sabonetes, xampus, esmaltes e cosméticos, enquanto os parabenos são usados ​​como conservantes em cosméticos e outros produtos para cuidados pessoais.

Os fenóis são encontrados principalmente em sabão, creme dental, batons, hairsprays, shampoos e loção para a pele para aumentar a durabilidade dos produtos.

A Dra. Kim Harley, professora associada de saúde pública da Universidade da Califórnia em Berkeley, EUA, que liderou o estudo, disse: “Encontramos evidências de que alguns produtos químicos amplamente usados ​​em produtos de cuidados pessoais estão associados à puberdade precoce em meninas.”

“Especificamente, encontramos mães que tinham níveis mais altos de duas substâncias químicas em seus corpos durante a gravidez – o dietilftalato, usado na fragrância, e o triclosan, que é um agente antibacteriano em certos sabonetes e cremes dentais – tiveram filhas que entraram na puberdade mais cedo.”

Na Europa, as meninas estão atingindo a maturidade mais cedo do que nunca, com a idade média caindo de 11 para 10 nos últimos 15 anos. Na década de 1920, a idade média era de 14,6 anos.

A puberdade precoce é preocupante porque aumenta o risco de problemas de saúde mental e comportamentos de risco quando adolescentes e aumenta o risco de câncer de mama e de ovário.

“Uma hipótese é que as substâncias químicas no meio ambiente podem estar desempenhando um papel, e nossas descobertas apóiam essa ideia”, acrescentou o Dr. Harley.

Fonte: Irish Independent

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More