Plantas entram em pânico quando chove – Saiba mais!

0 224

Estar molhada, junto com uma pitada de sol e um pouco de dióxido de carbono, pode parecer o lugar feliz de uma planta.

No entanto, um novo estudo mostrou que as plantas realmente têm uma reação surpreendentemente complexa às chuvas.

Uma equipe de cientistas da Universidade da Austrália Ocidental (UWA) e da Universidade de Lund, na Suécia, descobriu que as plantas reagem às chuvas com uma cadeia complexa de sinais químicos, comparadas com “pânico”.

Relatando na revista Proceedings da National Academy of Sciences, a pesquisa descobriu que esse processo envolve milhares de genes, centenas de proteínas e muitos hormônios de crescimento que são afetados em apenas 10 minutos após a água atingir a folha. Essa reação continua a aumentar por cerca de 25 minutos.

A equipe pulverizou a planta Arabidopsis, um gênero de pequenas plantas relacionadas ao repolho e mostarda, com um leve banho de água e observou a reação em cadeia na planta provocada por uma proteína chamada Myc2.

Depois que o Myc2 é ativado, a planta carrega suas defesas para se proteger, o que inclui um atraso no florescimento e no crescimento atrofiado.

Como parte de sua defesa de pânico, as plantas também produzem substâncias químicas, como um hormônio chamado ácido jasmônico, que atuam como um “sinal de alerta” para outras folhas e até outras plantas.

Mas por que uma planta entra em pânico com a chuva?

Embora a água seja um ingrediente fundamental necessário para a fotossíntese, a chuva também pode trazer bactérias, vírus e esporos de fungos que podem prejudicar a planta.

“Por mais estranho que pareça, a chuva é realmente a principal causa de propagação de doenças entre as plantas”, disse o autor do estudo, professor Dr. Harvey Millar, biólogo da UWA, em comunicado.

“Quando uma gota de chuva espirra sobre uma folha, minúsculas gotas de água ricocheteiam em todas as direções”, disse Dr. Millar, acrescentando que “uma única gota pode espalhar microrganismos por até 10 metros de distância.”

Leia mais

É fácil pensar em plantas como um organismo passivo no mundo natural, mas isso está longe de ser verdade. Um dos assuntos mais interessantes e controversos da botânica é a “neurobiologia vegetal”, a ideia de que as plantas podem interagir de maneira inteligente com o ambiente.

Embora existam diferentes graus de comprometimento com essa ideia, alguns chegaram a sugerir que as plantas possuem inteligência e consciência reais, como um animal.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More