Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Pinguim-imperador pode desaparecer até o fim do século – Saiba mais!

0 206

O pinguim-imperador é conhecido por enfrentar os duros invernos antárticos, mas ele pode não ser capaz de enfrentar a dura realidade da mudança climática.

Essa é a descoberta de um novo estudo, o que sugere que até o final deste século, os maiores pinguins do mundo poderão não existir mais.

Pesquisas anteriores sugeriram que o aquecimento rápido do ar e do mar – que derretem o gelo polar – pode fazer com que seus números caiam em até 19% até 2100.

Mas um novo modelo analisa outros fatores, incluindo a forma como os pinguins lidam com a mudança climática migrando Para lugares com ótima cobertura de gelo.

Em seu modelo de migrações potenciais de pinguins, os pesquisadores analisaram o quão longe os pinguins costumam ir e quais os fatores que figuram em suas decisões.

Eles usaram dados previamente coletados da Pointe Géologie na Antártida, juntamente com imagens de satélite de colônias de pinguins que revelaram informações sobre seus comportamentos de viagem e de forrageamento.

O modelo projeta que, durante as próximas duas décadas, as populações permanecerão estáveis ​​e poderão aumentar ligeiramente à medida que os pinguins se movem para locais mais habitáveis.

Depois de 2050, tudo vai para baixo. Embora a taxa de declínio da população possa variar, até o ano 2100 quase todos os pinguins imperiais podem desaparecer.

Os pesquisadores publicarão os dados na próxima edição da revista Biological Conservation.

Isso porque as mudanças climáticas terão tornado todos os seus habitats em habitats inóspitos. Ganhando status de extinção pela U.S. Endangered Species Act, dizem os cientistas.

Fonte: SCIENCE