Como parar o soluço? Novo canudo promete eficiência

0 304

Quer saber como parar o soluço? A resposta pode ser um canudo projetado para impedir ataques de soluços. O novo aparelho foi relatado como bem-sucedido em um estudo publicado no Journal of the American Medical Association Network.

Não apenas a maioria das pessoas no experimento achou que o canudo parou seus soluços, mas superou facilmente os métodos tradicionais, embora o estudo carecesse de alguns recursos associados a testes médicos de alto padrão.

Para a maioria das pessoas, os soluços são um aborrecimento da infância ou um pequeno problema metafórico, mas para poucos infelizes eles podem persistir por tempo suficiente para comprometer seriamente sua qualidade de vida.

O fato “O que causa soluços?” foi a pergunta médica mais pesquisada dos americanos em 2017 é uma indicação de como o problema pode ser generalizado.

Frustrado com o fracasso das abordagens tradicionais, como beber do outro lado do vidro ou técnicas de respiração, o Dr. Ari Seifi, da Universidade do Texas, teve a ideia de um canudo que interrompesse as crises de soluços. Conhecido como ferramenta de deglutição e sucção inspiratória forçada (FISST), mas comercializado como HiccAway, o canudo requer mais poder de sucção do que canudos convencionais para aspirar o líquido.

Os fabricantes da FISST afirmam que o ato de beber pelo canudo “Abaixa o diafragma enquanto abre primeiro e, em seguida, fecha a epiglote (a aba em forma de folha na garganta que mantém a comida fora da traqueia). Fazer isso estimula ao mesmo tempo os nervos Frênico e Vago, permitindo que o cérebro ‘reinicie’ e faça parar o soluço.”

O estudo

De acordo com o jornal, quase 92% dos participantes relataram que o HiccAway parou seus soluços. Em uma escala de eficácia subjetiva, o FISST pontuou 4,58 em cinco. Impressionantes 90 por cento classificou-o melhor do que remédios caseiros.

A maioria dos participantes experimentou apenas episódios ocasionais de soluços, mas 11 os relataram diariamente, com outros 53 sofrendo semanalmente. Pacientes frequentes relataram taxas de sucesso com HiccAway quase tão altas quanto aqueles mais raramente afetados. Alguns indivíduos infelizes que sofreram de surtos que duraram mais de 48 horas deram notas mais baixas, mas ainda assim ficaram impressionados.

No entanto, os soluços são o tipo de problema em que o efeito placebo tem maior probabilidade de desempenhar um papel. Muitas pessoas juram por “curas” que funcionam para poucos. Não está claro se seria possível dar a alguns sujeitos uma versão modificada e não funcional do canudo com o propósito de conduzir testes duplo-cegos, mas isso certamente não foi feito neste caso. O fato de a maioria dos autores trabalhar na mesma universidade que o inventor também pode causar estranheza.

Muito, muito ocasionalmente, soluços persistentes são um sinal de algo muito mais sério. HiccAway pode atuar como um método de triagem, levando os pacientes que não respondem a uma investigação mais aprofundada.

Fonte: IFLS

Deixe um comentário

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência AceitarLeia Mais