Nova pesquisa revela dado curioso sobre o clitóris – Veja os dados!

0 272

O clitóris é ainda mais sensível do que pensávamos! A zona erógena feminina contém mais de 10.000 fibras nervosas – 20% a mais do que o estimado anteriormente, revela estudo.

O clitóris é frequentemente descrito como o ‘centro de prazer feminino’, e agora um novo estudo revelou que o clitóris é ainda mais sensível do que pensávamos.

Pesquisadores da Oregon Health & Science University completaram a primeira contagem conhecida de fibras nervosas na zona erógena.

Suas descobertas sugerem que o clitóris contém mais de 10.000 fibras nervosas – 20% a mais do que o estimado anteriormente.

O clitóris é o único órgão humano com o único propósito de proporcionar prazer.

É composto de nervos que transportam impulsos elétricos entre o cérebro e o resto do corpo, o que permite que as mulheres sintam e respondam ao toque.

Enquanto a ponta do clitóris é encontrada fora do corpo, grande parte do órgão está localizada internamente.

Isso inclui o nervo dorsal – um nervo em forma de fúrcula que desce em ambos os lados do eixo do clitóris e é responsável pela sensação do clitóris.

Estudos anteriores em gado previram que o clitóris contém cerca de 8.000 fibras nervosas.

Mas no novo estudo, os pesquisadores começaram a ver se essa contagem era precisa quando realizada em humanos.

A equipe coletou tecido de um lado do nervo dorsal de sete adultos submetidos à cirurgia genital de afirmação de gênero.

Os tecidos foram tingidos e ampliados 1.000 vezes sob um microscópio, permitindo que os pesquisadores contassem as fibras nervosas individuais.

Em média, as amostras continham cerca de 5.140 fibras nervosas do clitóris dorsal.

E como o nervo dorsal é simétrico, isso foi multiplicado por dois para estimar o número total de fibras nervosas do clitóris dorsal – impressionantes 10.281.

“É particularmente surpreendente quando você compara o clitóris com outras estruturas maiores do corpo humano”, disse Peters.

Fonte: Daily Mail

Deixe um comentário

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência Aceitar Leia Mais