Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Noruega toma medida extrema contra a mudança climática.

0 20

O governo da Noruega prometeu que vai se tornar o primeiro país no mundo a ser livre de desmatamento.

Na mais recente e muito importante recorde de conservação e proteção de florestas, o governo agora vai “impor requisitos para garantir que os contratos públicos não contribuem para o desmatamento da floresta tropical.”

Isto significa que o parlamento não vai mais aprovar contratos com qualquer empresa que reduz e destrói florestas. Muitos produtos que são comumente usados ​​em todo o mundo estão ligadas à floresta e ao desmatamento, a partir de madeira tropical e soja para o óleo de palma que está em muitos alimentos que comemos. O governo não vai não mais comprar esses produtos. O funcionamento exato desse acordo ainda estão a ser anunciado, mas ela já foi elogiado por grupos de conservação.

“Esta é uma vitória importante na luta para proteger a floresta. Ao longo dos últimos anos, uma série de empresas se comprometeram a cessar a aquisição de bens que podem ser ligados a destruição da floresta”, diz Nils Hermann Ranum da Rainforest Foundation Norway, uma organização que tem trabalhado com o governo para fazer este compromisso acontecer. “Até agora, isto não foi acompanhado por compromissos similares de governos. Assim, é muito positivo que o Estado norueguês está agora a seguir o exemplo e fazer as mesmas exigências quando se trata de contratos públicos “.

Mas a Rainforest Foundation Norway não acha que as coisas devam parar com a Noruega. Eles pediram que outros países façam o mesmo, especificamente o Reino Unido e a Alemanha, com quem o governo da Noruega fez uma declaração comum na conferência do Clima da ONU em Nova York em 2014 sobre a questão do desmatamento.

Durante a conferência, os três países disseram que querem “promover compromissos nacionais que incentivam as cadeias de abastecimento livre de desmatamento, inclusive através de políticas de contratos públicos de forma sustentável, fonte de commodities, como óleo de palma, soja, carne e madeira.” Com a Noruega agora comprometida, eles querem que essas outras nações comecem a promover tal ato.

Embora, obviamente, o compromisso da Noruega de parar de contribuir para o desmatamento ao redor do mundo é uma coisa brilhante para qualquer nação que fazer, na realidade, pouco faz para as credenciais verdes do país, considerando que ainda é um dos maiores produtores mundiais de petróleo e gás. Noruega tem explorado as enormes reservas que foram encontradas no Mar do Norte, e agora mudou-se para aqueles encontrados no Mar de Barents, na fronteira com o Círculo Ártico.

Embora ainda seja tão fortemente dependente da queima de combustíveis fósseis, isso realmente não importa se eles estão empenhados em proteger algumas florestas tropicais. No entanto, este e o recente anúncio de que quer vender apenas carros elétricos em 2025, é, pelo menos, um passo na direção certa.

Fonte: Regnskog news