Molécula essencial para vida é encontrada em asteróides

0 243

As rochas espaciais que caíram na Terra contêm ribose, uma molécula essencial para o mecanismo genético da vida e outros açúcares relacionados.

A descoberta foi publicada em novembro na Proceedings of National Academy of Sciences. O artigo suporta à ideia de que muitos dos ingredientes da vida foram entregues à Terra por detritos interplanetários.

Muitas moléculas orgânicas foram encontradas no espaço.

O cometa Lovejoy, por exemplo, carrega açúcar e álcool, os ingredientes básicos para um coquetel interplanetário decente.

Mas até agora, ninguém havia confirmado uma fonte extraterrestre de ribose. Essa molécula faz parte do esqueleto açucarado de fosfato do RNA, molécula responsável ​​pela leitura e execução das instruções codificadas no DNA.

O Dr. Yoshihiro Furukawa, geoquímico da Universidade Tohoku em Sendai, Japão, e colegas descobriram a ribose, juntamente com vários açúcares quimicamente semelhantes, em amostras de dois meteoritos, um coletado no Marrocos e outro na Austrália.

Ao medir as quantidades de carbono-13 nos açúcares, uma variante de carbono com um nêutron extra, que aparece com mais frequência nas moléculas orgânicas do espaço do que nas contrapartes terrestres, a equipe descobriu que os compostos provavelmente se originaram no espaço e não na Terra.

A equipe suspeita que os açúcares tenham se formado a partir de reações químicas entre a água e o formaldeído nos meteoritos há muito tempo.

Trabalhos de laboratório anteriores em um ambiente espacial simulado – onde a luz ultravioleta irradiava água gelada, amônia e metanol – também mostraram que a ribose pode se formar em grãos de gelo interestelares.

Outras experiências semelhantes fizeram o mesmo com o primo químico desoxirribose da ribose, que ajuda a formar a espinha dorsal do DNA.

Fonte: Science News

Leia mais

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More