Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Medicina alternativa contra câncer duplica a chance de morte – Saiba mais!

0 259

Medicina alternativa contra câncer é uma realidade em muitos países e agora pesquisadores descobriram que pedras, cristais e ervas não são uma forma eficaz de vencer a doença.

Ir na rota da medicina alternativa para tratar uma forma de câncer curável em vez de tratamento convencional mais do que dobra o risco de morte de uma pessoa, de acordo com um novo estudo de pesquisadores da Universidade de Yale.

Um em cada três pacientes americanos se envolveu em algum tipo de terapia com diferentes resultados, mas quando se trata de câncer, os dados sugerem que as ervas e os cristais não salvarão a vida.

“Nós agora temos evidências para sugerir que o uso de medicamentos alternativos no lugar de terapias comprovadas contra o câncer resulte em uma pior sobrevivência”, disse o investigador principal Dr. Skyler Johnson ao Yale News.

medicina alternativa
A medicina alternativa contra câncer envolve o uso de ervas, pedras e extratos.

Os dados

Os pesquisadores analisaram os 10 anos de registros do National Cancer Database e descobriram que 281 pacientes naquela época que tinham câncer de mama, pulmão, próstata ou colorretal em estágio inicial decidiram adotar uma abordagem alternativa para o tratamento.

Aqueles pacientes foram então comparados a 560 outros com os mesmos diagnósticos que escolheram abordagens mais científicas como quimioterapia, cirurgia e radiação.

Pacientes que escolheram abordagens de medicina alternativa que incluem coisas como “ervas, botânicos, homeopatia, dietas especiais ou cristais de energia – que são basicamente apenas pedras que as pessoas acreditam ter poderes de cura”, disse o Dr. Johnson ao New Scientist, foram duas vezes e meia mais prováveis de morrerem do que suas contrapartes que optaram por medicamentos dentro de cinco anos.

O pesquisador Dr. James Yu disse: “Isso é uma coisa assustadora para mim. São inúmeros pacientes jovens que poderiam estar sendo curados, e estão sendo enganados por praticantes de medicina alternativa sem escrúpulos”.

Com esses dados e a insistência dos oncologistas e de todos os especialistas na doença, os pesquisadores esperam que os médicos possam educar seus pacientes e comunicar-lhes todos os riscos drásticos de abordagens médicas alternativas.

Leia mais

“Com a autonomia do paciente, eles podem fazer o que quiserem”, disse Dr. Yu. “Estamos sempre aconselhando-os (mas) não podemos fazer nada”.

Fonte: NYdailynews e New Scientist