Paciente tem quadro de mania após infecção por coronavírus – Saiba mais!

0 254

Médicos relatam caso de um homem sofrendo um episódio de mania agudo após uma infecção por SARS-CoV-2.

Um homem de 41 anos de idade, sem histórico médico significativo, começou a mostrar sintomas de Covid-19, incluindo tosse seca e febre.

Nove dias após os primeiros sintomas, ele desenvolveu o que descreveu como a “pior dor de cabeça de todos os tempos”.

O caso foi relatado na revista científica BMJ Case Reports.

Durante a noite, ele acordou agitado com seu “cérebro acelerado”, dizendo à esposa que ele achava que ia morrer. Nesse ponto, ele começou a informar sua esposa sobre encontros sexuais não revelados, que ela descreveu para os médicos como incomuns em relação ao marido.

“Quando a ambulância chegou, confessei à minha esposa que fiz sexo com homens (a maioria antes do casamento), embora eu seja heterossexual”, explicou o paciente no relatório. “Eu senti que era incapaz de mentir ou esconder a verdade e pensei que estava morrendo.”

Ele foi levado ao departamento de emergência do Hospital St. Thomas, em Londres, onde começou a mostrar comportamentos desinibidos sexualmente e fala pressionada (padrões de fala urgentes, frenéticos e irregulares).

Saiba tudo sobre o novo coronavírus aqui!

Ele também mostrou sinais de ter ideias grandiosas com um forte elemento religioso, durante o qual tentou ungir outros pacientes do hospital com água. Como seu comportamento piorou, ele foi sedado e transferido para terapia intensiva para ventilação mecânica.

Após a investigação, seu teste deu positivo para Covid-19, enquanto um raio-X do tórax mostrava inflamação do tecido pulmonar consistente com a doença.

Uma avaliação psiquiátrica, quando ele estava sem ventilação, encontrou seus sintomas consistentes com mania aguda. Ele foi transferido para a unidade psiquiátrica para recuperação, onde melhorou e recebeu alta após 12 dias. Um acompanhamento 23 dias depois que ele apareceu no hospital o encontrou melhorado e nos níveis basais de função.

Mania é um distúrbio mental definido como um período distinto, durante o qual existe um humor anormal e persistentemente elevado, expansivo ou irritável.

A equipe disse que é possível que ele estivesse enfrentando um primeiro episódio maníaco de transtorno bipolar, uma condição que sua irmã foi diagnosticada após um episódio de psicose pós-parto.

Entretanto, com outros sintomas e condições neurológicas associados ao Covid-19, a equipe enfatiza a possibilidade de que seu estado mental alterado seja o resultado da infecção por SARS-CoV-2.

“A entrada do vírus nas células hospedeiras humanas é mediada principalmente pelo receptor ACE-2, e embora os pulmões e o trato gastrointestinal sejam os principais locais de expressão da ACE-2 no corpo, a proteína também é expresso em células endoteliais do cérebro, fornecendo uma rota de entrada no sistema nervoso central “. Escreveu a equipe em seu relatório.

Embora digam que não foi um caso definitivo e que mais pesquisas sejam necessárias, eles destacam a necessidade de considerar os pacientes do Covid-19 com sintomas psiquiátricos.

Fonte: IFLS

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência AceitarLeia Mais