Medicamento usado para tratar malária falha pela primeira vez no Reino Unido

0 7

Uma droga chave usada para tratar pacientes com malária no Reino Unido falhou pela primeira vez, alertaram os médicos.

Quatro pacientes mostraram sinais da doença tropical após o retorno de suas viagens ao continente africano ano passado.

Apesar de seu primeiro tratamento inicialmente funcionar, todos foram readmitidos no hospital um mês depois, quando a infecção retornou, de acordo com relatórios clínicos.

Especialistas alertam que poderia ser o início de uma forma resistente à droga da doença que poderia representar uma ameaça para os seres humanos.

Especialistas da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres analisaram as amostras de sangue de pacientes referidos. Dois dos casos tinham retornado recentemente de Uganda, um acabara de voltar de Angola e o outro da Libéria.

Eles descobriram a falha do tratamento foi devido a estirpes da doença mostrando susceptibilidade reduzida à combinação de drogas de artemeter-lumefantrina (AL).

Felizmente outras terapias foram usadas para tratá-los eficazmente, impedindo-os de sucumbir à doença mortal.

Leia mais

Dr. Colin Sutherland, que liderou o estudo, agora argumenta que esta combinação de drogas pode precisar de revisão para uso futuro.

Ele disse: “Felizmente, existem outros medicamentos eficazes disponíveis.”

Todos os pacientes foram identificados por auto-referência que sugere que mais casos de falha no tratamento no Reino Unido podem ter ocorrido, acrescentou o Dr. Sutherland.

Os casos ocorreram entre outubro de 2015 e fevereiro de 2016, observou o estudo publicado na revista Antimicrobial Agents and Chemotherapy.

A malária é encontrada em mais de 100 países, incluindo grandes partes da África, Ásia e América Central. A Organização Mundial de Saúde estima que 14 milhões de pessoas foram infectadas com malária e 438.000 morreram em 2015.

Fonte: Daily Mail

Comentários

Loading...