Pesquisadores descobrem o maior organismo do mundo – Confira!

0 659

No final da década de 1980, os pesquisadores descobriram o maior organismo já registrado, um “fungo enorme” na parte superior da Península de Michigan, que cobria 37 hectares, aproximadamente do mesmo tamanho que um shopping center.

Agora, a mesma equipe de cientistas descobriu que o Armillaria gallica, chamado de cogumelos mel (foto acima), é cerca de quatro vezes maior – e duas vezes mais velho – do que pensavam inicialmente.

Como outros fungos, o Armillaria produz minúsculos fios subterrâneos; mas diferentemente da maioria dos fungos, esses fios se fundem para formar cordas do tamanho de um cadarço que se estendem por grandes distâncias para consumir madeira morta. Para descobrir o quão grande era a enorme rede subterrânea de fungos, os cientistas pegaram 245 amostras de cordões e analisaram seus genes.

Eles não só pertencem ao mesmo fungo, mas, com base na rapidez com que os fios subterrâneos crescem, os cientistas descobriram que o fungo deve ter pelo menos 2500 anos de idade.

O relatório foi publicado na semana passada para o servidor bioRxiv preprint .

Ao sequenciar os genomas de 15 amostras uniformemente distribuídas, os pesquisadores também puderam ver como o genoma do cogumelo mel mudou com o tempo.

Para sua surpresa, tem uma taxa de mutação muito lenta, com apenas 163 mudanças genéticas entre os 100 milhões de bases do genoma. As taxas de mutação geralmente refletem a rapidez com que um organismo pode evoluir – e esse fungo, ao que parece, não evolui muito rápido.

Os pesquisadores não têm certeza de como a taxa de mutações é mantida tão baixa. Eles imagina que o fungo deva ter um mecanismo de DNA bem desenvolvido ou simplesmente por estar no subsolo e longe da luz do sol possa resolver o problema.

Fonte: Science