Esquilos no Reino Unido carregam bactéria causadora de lepra

0 22




Esquilos vermelhos no Reino Unido carregam cepas causadoras de lepra semelhantes às que causaram deficiência e desfiguração em seres humanos durante séculos, mostrou estudo.

O projeto visou descobrir como a doença afeta e é passada entre os esquilos vermelhos e como os conservacionistas podem controlar sua propagação.

Mas os especialistas disseram que as chances de pegar a doença de um esquilo são extremamente baixas e pediram às pessoas que vivem perto dos animais que não entrem em pânico.

Cientistas testaram amostras de DNA de 25 esquilos vermelhos vivendo na ilha de Brownsea e Dorset. Eles descobriram que todos eles estavam infectados com a bactéria causadora de lepra Mycobacterium leprae.

A cepa foi surpreendentemente semelhante à que foi recuperada do esqueleto de uma vítima de lepra sepultada há 730 anos em Winchester – apenas 43 milhas (69 km) de distância.

Outros esquilos vermelhos da Escócia, Irlanda e da Ilha de Wight estavam carregando outro tipo de bactéria lepra, Mycobacterium lepromatosis. Esta cepa é intimamente relacionada com uma forma virulenta de hanseníase endêmica no México e no Caribe.

Leia mais

Ilha de Brownsea no porto de Poole é um abrigo  do esquilo vermelho que contém uma próspera população de 250 animais.

O novo estudo sugere que os esquilos vermelhos da ilha foram afetados pela hanseníase há décadas e talvez séculos.
Nem todos os esquilos infectados exibiam sintomas. Alguns apresentaram sinais de inchaço e perda de cabelo das orelhas, focinho e pés.

Nos seres humanos, a hanseníase causa dano nervoso e muscular que se não tratado pode levar a deformidade, deficiência e cegueira.

lepra
Mycobacterium leprae em rosa.

Fonte: Daily Mail

Comentários

Loading...