Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Saiba como larvas de mosquito podem ajudar na cura de feridas.

0 83

Em um estudo pesquisadores mostram que larvas de mosca (Lucilia sericata) geneticamente modificado podem produzir e secretar fator de crescimento humano – uma molécula que ajuda a promover o crescimento celular e cicatrização de feridas.

Estéril, larvas de moscas (Lucilia sericata) estão sendo usadas para a terapia da larva desbridamento (MDT), em que as larvas são aplicadas na feridas que não cicatrizam, como por exemplo feridas crônicas em pessoas com diabetes, para promover a cicatrização. As larvas além de limparem a ferida, removem o tecido morto e ainda secretam fatores anti-microbianos. O tratamento é eficaz e aprovado pela Food and Drug Administration.

Mosca Lucilia sericata.

Com o objectivo de fazer uma estirpe melhorada de larvas com atividade de cicatrização de feridas, os investigadores dos Estados Unidos modificaram geneticamente larvas para produzir e, em seguida, segregam fator de crescimento-BB, derivado de plaquetas humano (PDGF-BB), que é conhecido por auxiliar o processo de cicatrização através da estimulação do crescimento e sobrevivência celular.

“A grande maioria das pessoas com diabetes vivem em países de baixa ou média renda, com menos acesso a opções de tratamento caro”, disse Scott, pesquisador chefe. “Vemos isso como um estudo para o futuro, o desenvolvimento de cepas L. sericata que expressem uma variedade de fatores de crescimento e peptídeos antimicrobianos com o objetivo à longo prazo de desenvolver um meio de baixo custo para o tratamento de feridas que poderia salvar as pessoas de amputação e outros efeitos nocivos da diabetes “.

 

Fonte: Science Daily