NASA anuncia lançamento sonda que irá “tocar” o sol

0 154

Nasa anunciou seus planos ambiciosos de lançar uma sonda diretamente na atmosfera do sol pela primeira vez.

A sonda Parker Solar Probe (PSP) será lançada no verão de 2018. Ela alcançará uma órbita a 6,5 milhões de km do sol e medirá a atividade em sua superfície externa, conhecida como “coroa”.

A sonda coletará informações vitais sobre a vida da estrela e seus eventos climáticos, e ajudará os cientistas a melhorar a forma de como prevemos explosões solares perigosas.

A Nasa anunciou seus planos durante um evento de transmissão ao vivo, que foi realizado no Auditório do Centro de Pesquisa William Eckhardt da Universidade de Chicago e transmitido pela NasaTV.

Para começar o evento, o professor Rocky Kolb, diretor da Divisão de Ciências Físicas da Universidade de Chicago, explicou como a ideia de estudar o sol foi explorada pela primeira vez na Universidade de Chicago, em 1958.

“Muitas questões fundamentais sobre o vento solar permanecem sem resposta”, disse ele.

“Queríamos assumir o desafio de ir ao pior ambiente térmico no sistema solar – e sobreviver”, acrescentou o Dr. Thomas Zurbuchen, administrador associado da Nasa’s Science Mission Directionate em Washington.

“Queremos medir o ambiente lá e encontrar o que são os processos de aquecimento que fazem a coroa tão quente e quais processos aceleram o vento solar”.

Ele disse que até agora, a Nasa não tinha os materiais avançados necessários para fazer uma viagem tão próxima à coroa do sol.

Ele acrescentou que a coroa é realmente mais quente que o centro do sol, e que descobrir por que é uma parte fundamental da missão.

sonda para o sol

A Dra. Nicola Fox, cientista do projeto missionário do Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins em Laurel, Maryland, explicou que a Parker Solar Probe irá gradualmente “navegar” cada vez mais perto do sol, até chegar em sua coroa.

A embarcação irá suportar temperaturas mais altas do que qualquer sonda que tenha vindo antes dela. Para sobreviver a missão, a sonda precisará suportar temperaturas externas de 2.500 graus Fahrenheit ou 1.377 graus Celsius.

Para isso será feita uma blindagem de carbono com 4,5 polegadas de espessura (11,43 cm).

Para saber mais clique aqui.

Comentários

Loading...