Os fósseis mais antigos do mundo foram descobertos – Entenda!

0 229

Uma fatia dos fósseis mais antigos do mundo foi encontrada cimentada no solo em uma pedreira abandonada em Nova York.

Descobertas por acaso em 2009, essas teias extremamente raras de raízes fossilizadas, algumas das quais com quase 11 metros de largura, marcam o local onde algumas das primeiras árvores lenhosas habitavam.

“Você está caminhando pelas raízes de árvores antigas”, disse o paleobotânico Dr. Christopher Berry, da Universidade de Cardiff, no Reino Unido, à Science Magazine.

“De pé na superfície da pedreira, podemos reconstruir a floresta viva ao nosso redor em nossa imaginação.”

Acredita-se que muitas dessas longas raízes lenhosas pertencem a plantas do gênero Archaeopteris, um ancestral das árvores modernas de hoje e uma das primeiras a capturar e armazenar dióxido de carbono do ar com suas folhas verdes e planas.

Esse tipo de atividade teria mudado dramaticamente o clima do nosso planeta, potencialmente adicionando mais oxigênio à atmosfera e fornecendo habitats exuberantes para insetos primitivos e criaturas semelhantes a milípedes.

Passariam muitos anos até que pássaros e outros animais grandes surgissem.

“No final do período devoniano [360 milhões de anos atrás], a quantidade de dióxido de carbono estava diminuindo para o que é hoje”, explicou Berry à New Scientist.

Até agora, a equipe internacional de pesquisadores mapeou mais de 3.000 metros quadrados dessa floresta fossilizada, que inclui dois outros tipos de árvores antigas; um deles pertence a um grupo de plantas fósseis conhecido como cladoxilopsídeos e o outro ainda não foi identificado.

Os restos fossilizados, dizem os autores, teriam se reproduzido por esporos e não por sementes.

O cientista Dr. Howard Falcon-Lang, da Royal Holloway, Londres, que não participou do estudo, disse à BBC News que não tem dúvidas de que essas são as primeiras árvores fossilizadas encontradas em nosso planeta até agora, mas isso não significa que elas não possam ser superadas por algo ainda mais antigo.

Leia mais

“Pode ser que, no futuro, algo ainda mais antigo apareça – a paleontologia está cheia de surpresas”, disse Dr. Falcon-Lang.

“Mas, por enquanto, esses são os fósseis mais antigos do mundo”.

A presença de fósseis de peixes na pedreira de arenito sugere que essa antiga floresta fossilizada foi destruída por uma enchente. Mas não antes de mudar nosso planeta para melhor.

O estudo foi publicado na Current Biology.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More