Foto mostra o que 30 anos de exposição ao Sol podem causar – Veja!

0 371

Aqui está um pequeno lembrete para se proteger do Sol, até mesmo quando você não está de férias.

Uma fotografia incrível publicada pelo New England Journal of Medicine mostra um motorista de caminhão de 69 anos, cujo rosto foi fortemente danificado pela exposição gradual do dia a dia à luz ultravioleta (UV) do Sol.

Durante 28 anos, ele dirigiu seu caminhão de entrega, o que significa que o lado esquerdo do rosto estava mais diretamente e regularmente em contato com a luz solar.

Isso significa que o outro lado de seu rosto permaneceu relativamente intacto pelos raios do Sol. Esse contraste permite que você veja a diferença que a proteção pode fazer.

A exposição UVA a longo prazo resulta no espessamento da epiderme e do estrato córneo, as camadas externas da pele. Também pode levar à destruição das fibras elásticas da pele, causando rugas profundas que fazem você parecer envelhecido.

Foto:

exposição ao sol
Exposição ao Sol causa danos na pele.

A exposição aos raios ultravioleta B (UVB), por outro lado, está ligada a uma maior taxa de fotocarcinogênese, embora UVA também tenha sido associada ao câncer de pele.

Isto é o que os médicos descrevem como “dermatoheliose unilateral”, o que significa basicamente o fotoenvelhecimento unilateral da pele.

Com o exame microscópico do tecido da pele do homem, os cientistas identificaram a hiperqueratose (espessamento da pele) com nervuras acentuadas, cravos múltiplos e áreas de elastose nodular (formação de cisto).

Claro, usar protetor solar pode ajudar a absorver ou refletir os raios de Sol. Não só isso irá proteger você contra queimaduras solares, mas também pode evitar dois tipos de câncer de pele, conhecido como melanoma e carcinoma de células escamosas, bem como o envelhecimento da pele.

No entanto, mantenha os olhos abertos e verifique o rótulo, já que muitos protetores solares não protegem contra UVA. O UVA não causa queimaduras solares da mesma forma que o UVB faz, mas, como mostra este caso, pode resultar em danos à sua pele e está associada a cânceres.

Ao comprar protetor solar, assegure-se de que o rótulo inclua o termo “amplo espectro” ou diz explicitamente que ele protege contra UVA e UVB.

Fonte: IFLS

Inscreva-se no Notícia Alternativa
Inscreva-se no Notícia Alternativa
Inscreva-se para receber mais notícias e atualizações
Você pode desativar quando quiser