Mudança climática foi a responsável pela evolução humana – Entenda!

0 316

As condições cada vez mais secas na África Oriental, meio milhão de anos atrás, levaram à extinção local de grandes mamíferos na região. E isso foi fundamental para a evolução humana.

Para os primeiros humanos, as opções eram a adaptação ou a morte, e a resposta dos nossos antepassados ​​ajudou a nos tornar para o que somos hoje, iniciando um grande salto no desenvolvimento de ferramentas.

Antropólogos ponderando as causas do desenvolvimento tecnológico da humanidade especularam que o clima era uma causa provável. Por exemplo, se as florestas nas quais nossos ancestrais moravam fossem substituídas por savanas, nosso movimento gradual para fora das árvores faria sentido. Essas ideias têm sido difíceis de testar, pois faltam muitas evidências do clima passado nos lugares mais relevantes.

Fizeram-se tentativas de extrapolar a partir de registros climáticos mais distantes, mas o professor Dr. Bernhart Owen, da Universidade Batista de Hong Kong, forneceu algo muito melhor: uma indicação das condições na bacia do Lago Magadi, no Quênia, perto de locais habitados na época.

Foto do lago Magadi:

lago magadi

Cerca de 575.000 anos atrás, Magadi começou a receber menos água, e as espécies de plantas ao redor tornaram-se indicadoras de um clima mais seco. A mudança foi muito lenta em comparação com o que estamos testemunhando hoje, mas ainda foi suficiente para causar o desaparecimento de grandes animais de pasto a partir dos registros fósseis em locais próximos.

Magadi se torna uma bacia de sal na estação seca, enchendo-se de água quando as chuvas chegam. Uma vez, no entanto, permaneceu úmida durante todo o ano.

Na revista Proceedings of National Academy of Sciences, Dr. Owen e co-autores relatam que os sedimentos na base de Magadi revelam as chuvas locais durante um período de mais de um milhão de anos.

As condições climáticas locais podem ser lidas nos sedimentos de Magadi de várias maneiras. A mistura de sal e materiais orgânicos fornece uma indicação da quantidade de água drenada para o lago das colinas circundantes.

Pólen preso na lama revela as espécies de plantas dominantes nas proximidades. Finalmente, a mistura de plâncton que vive no lago rastreia a crescente salinidade ao longo do tempo, à medida que as espécies mais adequadas às águas doces desaparecem quando as chuvas da região diminuem e a evaporação aumenta.

Leia mais

Os resultados se alinham bem com evidências de mudança de temperatura global e mudanças climáticas em outros lugares da África. No entanto, a confirmação de que essas mudanças estavam sendo experimentadas em um lugar onde nossos ancestrais viveram adiciona credibilidade às teorias de que inovações significativas, como ferramentas avançadas e a criação de redes comerciais, vieram em resposta à redução da disponibilidade de alimentos.

Ironicamente, a lenta mudança climática natural da época contribuiu para dar aos seres humanos a capacidade de causar tamanha mudança climática no mundo de hoje.

Fonte: Proceedings of National Academy of Sciences

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More