Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

A evolução da galinha está relacionada com religião – Entenda!

0 88

Em 1.000 d.c., os monges beneditinos proibiram a carne vermelha, forçando as pessoas na Europa medieval a jejuar por períodos prolongados.

Com os animais quadrúpedes fora do menu, a crescente população urbanizada que tinha de seguir as regras religiosas se transformou em comedores de frango em vez disso.

Um novo estudo sugere que este aumento na demanda pode ter interferido na evolução das galinhas modernas.

As galinhas foram domesticadas primeiramente da galinha selvagem há aproximadamente 6.000 anos e evoluíram um número de traços valiosos aos seres humanos, incluindo a agressão reduzida e a colocação mais rápida do ovo.

Até agora, não se sabia quando ou por que esses traços foram adquiridos.

Uma nova pesquisa que estudou ossos de frangos medievais e seu DNA descobriram que essas características começaram a aparecer durante a Alta Idade Média, por volta de 1.000 d.c.

Dr. Anders Eriksson, conferencista do Departamento de Genética Médica e Molecular do King’s College de Londres, disse: “Com o nosso novo método vemos que o momento da seleção coincide com um aumento na quantidade de ossos de frango nos registros arqueológicos em toda a Europa do Norte.

“Curiosamente, eles também coincidem com várias mudanças sócio-culturais, incluindo um aumento geral na popularidade das crenças cristãs, novas regras religiosas dietéticas e aumento da urbanização, favorecendo traços que significam que os animais poderiam ser mantidos em pequenos espaços”.

Embora os pesquisadores não saibam qual desses fatores foi o mais importante eles acreditam que foi uma combinação de todos eles que influenciaram a evolução do frango.

Explicação

O Dr. Eriksson explicou: “Esta significativa intensificação da produção de frangos e ovos tem sido associada às práticas de jejum cristãs, originárias da Ordem Monástica Beneditina, que proibiu o consumo de carne de animais de quatro patas durante o jejum, mas as restrições não se estenderam as aves ou ovos.”

“No entanto, o aumento da produção de frango também poderia ter sido favorecido pela urbanização, pela introdução de práticas agrícolas mais eficientes e por um clima mais quente”.

Fonte: Daily Mail