Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Dieta glúten free faz realmente bem? Veja a resposta.

0 9

A prevalência de doença celíaca (CD), uma doença auto-imune, está aumentando. O único tratamento para o CD é uma dieta livre de glúten. No entanto, o aumento da prevalência de CD não leva em conta o aumento desproporcional no crescimento da indústria de alimentos sem glúten (136% 2013-2015). Publicação no The Journal of Pediatrics discute várias das imprecisões mais comuns sobre a dieta gluten free.

Pouco se sabe sobre os motivos dos indivíduos que adotam uma dieta glúten free. Em um estudo realizado em 2015 dos 1.500 norte-americanos adeptos da dieta, “nenhuma razão” foi a explicação mais comum para a escolha de alimentos sem glúten.

dieta glúten freeDe acordo com o autor desta pesquisa, Dr. Norelle R. Reilly, do New York-Presbyterian/Columbia University Medical Center: “Fora a preocupação com a saúde de seus filhos, os pais, por vezes, colocam seus filhos em uma dieta glúten free na crença de que isso pode evitar doença celíaca, ou é uma alternativa saudável, sem ensaio prévio para CD ou consulta com um nutricionista”. Dada os frequentes mal-entendidos sobre o glúten, os dados disponíveis mostram tudo que é conhecido sobre a dieta glútem free.

Um equívoco é pensar que umaa dieta glúten free é uma escolha de vida saudável, sem desvantagens. De fato, em indivíduos sem doença celíaca ou alergia ao trigo, não há benefícios de saúde comprovados. Essa dieta pode trazer algumas desvantagens, como por exemplo: aumento da ingestão de gordura e calorias, contribuição para deficiências nutricionais, e obscurecer um diagnóstico real de DC.

Outro equívoco é pensar que o glúten é tóxico; não há dados para apoiar esta teoria. Uma dieta isenta de glúten, também não é obrigatório para os familiares de primeiro grau saudáveis de indivíduos com CD ou para crianças saudáveis ​​em risco de desenvolver CD.

Para um pequeno subgrupo de pacientes que são guiados por um nutricionista experiente, uma dieta sem glúten pode levar a uma melhor saúde e uma melhor qualidade de vida. No entanto, não há nenhuma evidência científica de que uma dieta sem glúten é benéfico para as crianças sem diagnóstico confirmado de CD ou alergia ao trigo.

Devido a possíveis deficiências nutricionais e questões de qualidade de vida, ele poderia realmente representar mais riscos do que benefícios. Dr. Reilly observa que “os pais devem ser orientados quanto à possíveis consequências financeiras, sociais e nutricionais de aplicação desnecessária de uma dieta livre de glúten.” Os profissionais de saúde podem não ser capaz de parar a mudança para uma dieta glúten free, mas eles podem desempenhar um papel maior na educação de pacientes e pais.

Fonte: The Journal of Pediatrics