Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Densidade da mama é o fator de risco mais importante para grave doença

0 71

Ter mamas densas aumenta o risco de mulheres desenvolverem câncer de mama, sugere uma nova pesquisa. Saiba mais sobre a densidade da mama.

Aqueles que não têm muito tecido mamário gorduroso são duas vezes mais propensos a terem câncer de mama, descobriram os cientistas. E agora é considerado o maior indicador possível da doença – ainda mais do que a história da família.

Os especialistas afirmam que o tecido denso torna os tumores mais difíceis de serem detectados em mamografias – e que as mulheres devem procurar outras alternativas de rastreamento.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em San Francisco, examinaram dados de mais de 18.000 mulheres com câncer de mama. Outras 184.000 mulheres da mesma idade sem sinais de câncer também foram avaliadas.

A pesquisa

Cada mulher foi colocada em quatro categorias de densidade da mama: quase inteiramente gordurosa, principalmente gordurosa, moderadamente densa e predominantemente densa.

Em seguida, eles analisaram vários fatores de risco conhecidos, incluindo peso, história familiar da doença e ter um primeiro bebê após 30 anos de idade.

Eles calcularam que 39% dos casos de câncer de mama antes da menopausa poderiam ter sido evitados se as mulheres tivessem menos tecido denso.

Os resultados foram os mesmos para um pouco mais de um quarto dos pacientes pós-menopausa.

Leia mais

A autora do estudo, Dra. Natalie Engmann, disse: “Nossos achados sugerem que a densidade mamária é um fator de risco forte e comum que pode ser modificado. Reduzir o número de mulheres com seios densos pode impedir uma proporção substancial de casos de câncer de mama.”

Tecido mamário e densidade

O tecido mamário é composto por dutos, glândulas mamárias, tecido mamário denso e tecido adiposo – às vezes referido como não denso.

Os mamogramas determinam se alguém tem seios densos – tornando os tumores muito mais difíceis de serem detectados – ou não.

Isto é porque a gordura é transparente em uma varredura de uma mama, mas o tecido denso é sólido e pode tornar difícil a visualização.

Estima-se que cerca de 60% dos mais jovens e um pouco menos da metade das mulheres mais velhas têm seios densos. Mas não há muito o que fazer para reduzir a sua densidade, de acordo com pesquisas anteriores.

Um medicamento, o tamoxifeno, reduz o risco de câncer e diminui a densidade – mas vem com efeitos colaterais graves. Ganhar peso tende a adicionar tecido adiposo aos seios e diminuir a densidade – mas a obesidade é um fator de risco de vários cânceres.

Fonte: Daily Mail

Comentários
Loading...