Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Nova vacina imunoterápica pode curar câncer de próstata

0 75

Uma vacina que poderia parar o câncer de próstata em curso foi revelada por cientistas.

A vacina trata a doença por estimular o sistema imunológico a matar células cancerígenas. Os cientistas descobriram que a vacina fez os tumores pararem de se espalharem em 77 por cento dos pacientes com câncer em um ensaio clínico.

E 45% dos pacientes sofreram encolhimento tumoral após receberem a vacina, de acordo com a nova pesquisa. O câncer de próstata é o segundo tipo mais comum de câncer entre os homens, afetando um em cada oito homens no Reino Unido e um em sete nos Estados Unidos.

“No final do período de nove meses do estudo, 17 pacientes tiveram a doença clinicamente estável”, disseram os cientistas do Norwegian Radium Hospital em um trabalho de pesquisa.

O estudo

Como parte do estudo, 22 homens com câncer de próstata foram recrutados para participarem de um ensaio clínico de Fase I.

Fase I é o primeiro passo no desenvolvimento de um novo tratamento e são realizadas para descobrir se as drogas podem causar o encolhimento do tumor, de acordo com Cancer Research UK.

A nova vacina funciona estimulando o sistema imunológico do corpo para combater o câncer, em um tipo de tratamento conhecido como imunoterapia.

Imunoterapia

A imunoterapia ofereceu promessa de novos tratamentos, porque ele não carrega os efeitos colaterais de terapias tradicionais, como quimioterapia e radioterapia.

“No campo da imunoterapia, a ação contra o câncer de próstata tem sido promissor e potencial em mudar a forma como esta doença é tratada e curada”, Dr. Sumit Subudhi da Universidade do Texas escrevendo para o Cancer Research Institute.

“A maioria das imunoterapias em desenvolvimento atuais para o câncer de próstata estão investigando o tratamento mais direcionado da doença em estágio avançado”.

Ainda não se sabe quando a vacina poderia estar disponível para o público, mas normalmente leva de 10 a 15 anos para que as drogas passem por todas as fases do ensaio clínico.

Fonte: Daily Mail