Primeiro cemitério de compostagem humana será inaugurado em 2021

0 537

A primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo está programada para abrir na primavera de 2021.

A instalação de compostagem humana foi iniciada depois que os legisladores do Estado de Washington legalizaram o processo póstumo no início deste ano.

A empresa Recompose, com sede em Seattle, será a primeira a oferecer “redução orgânica natural”, um processo que a proprietária Katrina Spade diz converter suavemente restos humanos em solo orgânico.

“A transformação do ser humano em solo acontece dentro de nossos vasos de recomposição hexagonais reutilizáveis. Quando o processo terminar, as famílias poderão levar para casa parte do solo criado, enquanto os jardins no local nos lembrarão que toda a vida está interconectada ”, escreve a empresa em seu site.

A funerária da nova era celebrou a abertura de sua primeira locação em um edifício de 1.720 metros quadrados no mês passado, depois que os legisladores mudaram a lei estadual sobre os serviços pós-morte, tornando o Estado de Washington o primeiro a permitir a compostagem humana, relatou o The Seattle Times.

A lei SB 5001 “Relativo a restos humanos” foi assinada em maio, reconhecendo a “redução orgânica natural” como um meio aceitável de disposição dos corpos. A lei está prevista para entrar em vigor em 1º de maio do próximo ano.

O preço

O valor estimado de US$ 5.500 por pessoa, o processo de recomposição custa mais do que uma cremação básica, mas menos que a maioria dos funerais.

Esse custo inclui transporte para os habitantes de Washington, mas a recomposição também estará disponível para indivíduos de outros estados ou países que puderem providenciar transporte.

Para saber mais visite: IFLS

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência AceitarLeia Mais