Coca-Cola de maconha, essa é uma possibilidade real – Entenda!

0 599

Comercializado como tônico cérebral, o remédio recebeu o nome de “Coca-Cola” graças ao seus dois ingredientes principais: cafeína, derivada de nozes de cola e cocaína. Agora um sabor Coca-Cola de maconha pode virar realidade.

Em maio de 1886, em Atlanta, na Geórgia, o farmacêutico John Pemberton vendeu as primeiras garrafas de uma nova bebida medicinal que inventara para tratar seu vício em morfina.

Infelizmente para Pemberton, sua bebida não teve o efeito desejado. Em dois anos, ele vendeu os direitos sobre sua fórmula para pagar pela morfina, e a empresa que os comprou rapidamente se curvou ao humor do público e reduziu os níveis de cocaína na bebida a um mero traço – finalmente tornando-a livre de cocaína em 1929.

Mas agora, depois de 130 anos como a face amigável da atual crise de obesidade, a maior empresa de bebidas do mundo pode estar de olho em um retorno às suas raízes. Mas agora com uma droga totalmente diferente.

“A Coca-Cola Co. está em ‘conversas sérias’ com a Aurora Cannabis Inc. para desenvolver bebidas infundidas com cannabis”, relata o BNN Bloomberg, do Canadá, citando “várias fontes familiarizadas com o assunto”.

Desde que o Canadá legalizou a cannabis para uso recreativo no início deste ano, empresas locais vêm correndo para se firmar no iminente mercado de comestíveis, desenvolvendo misturas em brownie, barras de proteína e até cerveja.

E, diante das vendas estagnadas, as corporações globais também estão analisando as oportunidades que essa indústria recém-legalizada pode oferecer. A Coca-Cola pretende seguir algumas empresas de bebidas alcoólicas e explorar o novo setor.

A Coca-Cola aparentemente também estaria trabalhando para utilizar os benefícios medicinais do canabidiol (CBD). CBD é um componente da cannabis que pode aliviar a dor e a inflamação, mas não tem efeito psicoativo.

“Eles estão bem adiantados nesse caminho”, informou a fonte do BNN Bloomberg. “Vai ser mais da categoria ‘bebida de recuperação'”.

A parceria da Coca-Cola com a Aurora Cannabis

Uma parceria entre a Coca-Cola e a produtora canadense, a Aurora Cannabis, seria uma grande notícia, pois tornaria a Coca-Cola a primeira grande fabricante de bebidas não-alcoólicas a entrar no mercado de cannabis.

Leia mais

As duas empresas permaneceram de boca fechada sobre as negociações, com um porta-voz da Aurora dizendo à BNN Bloomberg que “não discutem iniciativas de desenvolvimento de negócios até que estejam finalizadas” – embora tenham confirmado que pretendem entrar no mercado de bebidas infundidas.

De acordo com a BNN Bloomberg, a Aurora não é a primeira empresa de maconha que a Coca-Cola abordou para desenvolver uma estratégia de cannabis, e não há garantias de que essas conversas serão bem-sucedidas. Mas com o recente desejo da empresa de diversificar seu portfólio, analistas dizem que a entrada no setor de cannabis não surpreende.

“Juntamente com muitos outros na indústria de bebidas, estamos acompanhando de perto o crescimento da CBD não-psicoativa como ingrediente em bebidas funcionais de bem-estar ao redor do mundo”. Anunciou a Coca-Cola em uma declaração um pouco enigmática sobre o assunto.

“Essa área está evoluindo rapidamente. Nenhuma decisão foi tomada neste momento.”

Fonte: IFLS

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More