Cidades afundam pelo peso de sua população e edifícios – Saiba quais

0 10

Novo estudo publicado na revista Remote Sensing, mostrou que desde 1935 duas importantes cidades afundam devido ao peso de sua população e edifícios.

A capital da China, Pequim, está afundando. Segundo o estudo, algumas partes da cidade estão descendo cerca de 10 centímetros a cada ano. Esses dados, de acordo com os pesquisadores, pode deixar a população em perigo. Principalmente sobre a segurança da infraestrutura urbana.

O Mail Online informou que para chegar a essa conclusão, os pesquisadores monitoraram o bombeamento de água do solo. Eles disseram que o distrito de Chaoyang, possui muitos edifícios de hotéis e escritórios. Pesquisadores consideraram que esta era a causa do afundamento em algumas partes da capital.

“A subsidência máxima é vista na parte oriental de Pequim, com uma taxa superior a 100 mm por ano”, escreveram os autores. Eles avaliaram esse afundamento como uma “subsidência”, que é quando a Terra afunda como uma resposta às causas geológicas ou induzidas pelo homem. Um exemplo é rápida construção de edifícios maciços, estradas e outros projetos de infraestrutura, que causam um peso adicional no chão, ou o bombeamento excessivo de águas subterrâneas, feito para aumentar a demanda de água da crescente população.

cidades afundam
Gráfico mostrando que cidades afundam anualmente.

Foram utilizadas imagens de satélite entre 2003 e 2010 para o estudo. A tecnologia de radas inSAR foi utilizado pela equipe para monitorar mudanças de elevação em solos. A equipe incluiu sete cientistas e engenheiros internacionais.

A mesma constatação de afundamento também foi observada em New Orleans, EUA, no início do ano. As taxas mais elevadas foram registradas em Mississippi. Em regiões industriais próximas a Michoud – ambas tiveram quedas anuais de até 5 centímetros.

Leia mais

“O aluimento de terras é um risco geológico grave e ameaça a segurança da infraestrutura pública e urbana”, disseram os pesquisadores no estudo feito em Pequim. “Por isso, o monitoramento contínuo é fundamental para a detecção de potenciais riscos e concepção de estratégias de compensação”.

Fonte: Daily mail

Comentários

Loading...