Bolas de fogo filmadas no Chile não eram meteoritos – Entenda!

0 449

Bolas de fogo misteriosas riscaram o céu e caíram no Chile na semana passada. O evento levantou questões: O que eram? De onde vieram? A primeira análise descartou meteoritos.

Em 25 de setembro, testemunhas relataram ter visto bolas de fogo ardendo no céu sobre a ilha de Chiloé, no arquipélago ao sul do Chile. Pouco tempo depois, foram relatados pequenos incêndios em sete locais da ilha, que foram rapidamente apagados por voluntários.

A explicação óbvia, como astrofísico e chileno, José Maza disse à emissora nacional TVN, era um meteorito ou detritos espaciais. Os moradores notaram que as bolas de fogo estavam se movendo extremamente rápidas, deixando no céu uma cor vermelho brilhante, o que sugeria um meteoro, mas o lixo espacial é tão comum quanto, com cerca de 200 a 400 objetos conhecidos caindo a cada ano.

No entanto, autoridades do Serviço Nacional de Geologia e Mineração analisaram os locais carbonizados espalhados pela cidade de Dalcahue e não encontraram evidências de meteoritos.

“Geólogos foram ao local examinando a área do suposto impacto. Eles trabalharam em sete pontos correspondentes a matas queimadas, onde não encontraram restos, vestígios ou evidências de queda de um meteorito ”, afirmou o relatório.

Os geólogos disseram à TVN que coletaram amostras de solo para uma análise mais aprofundada e divulgarão suas conclusões em poucas semanas.

Twitter:

Então, tecnicamente, o que temos aqui agora é um objeto voador não identificado. Sim, um OVNI.

Como é altamente improvável que sejam alienígenas, e um meteorito parece ter sido descartado, o cenário mais provável é algum tipo de lixo espacial caindo na Terra.

Leia mais

Em grande parte, desconhecemos a maior parte do lixo espacial, pois ele geralmente queima na atmosfera, cai no oceano (que cobre 70% do planeta) ou aterrissa em algum lugar remoto e despovoado.

É muito raro o lixo espacial realmente atingir o chão perto das pessoas, e ninguém nunca foi morto ou gravemente ferido por detritos caindo.

As únicas ocorrências conhecidas de pessoas atingidas por detritos espaciais são cinco marinheiros japoneses em um navio que foi atingido por pedaços de uma espaçonave russa em 1969 e um curioso evento em 1997 em que uma mulher nos EUA foi levemente ferida por material de um foguete Delta 2.

Os eventos mais famosos de detritos espaciais, é claro, envolvem as estações espaciais Mir e Skylab. A primeira estação espacial americana, a Skylab, teve um retorno memorável à Terra em 1979, quando parte dela aterrissou no oeste da Austrália, que multou os EUA por lixo.

A Mir, a estação espacial da Rússia, caiu na Terra em 2001. O maior objeto que já entrou na atmosfera da Terra, felizmente, aterrissou no Oceano Pacífico, mas não antes de vermos algumas cenas espetaculares dele brilhando no céu (vídeo abaixo).

Fonte: IFLS

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More