Conheça o besouro japonês capaz de sobreviver a digestão de sapos – Vídeo!

0 309

Um besouro japonês consegue sobreviver após ser comido por um sapo mais de 90% das vezes escapando do reto do predador.

Imagens incríveis mostram um pequeno besouro aquático escapando pela extremidade traseira de um sapo. O fato acontece geralmente duas horas depois que o sapo ingere o besouro, pelo menos foi o que experimentos em laboratório demonstrou.

Das 15 experiências com as espécies de besouros Regimbartia attenuata, 14 escaparam ilesos do reto do sapo e começaram a correr ao redor do tanque de vidro.

Pesquisadores japoneses forneceram 13 outras espécies de besouros ao sapo, que não sobreviveram, o que significa que o R. attenuata pode promover a excreção do sapo para facilitar sua fuga ilesa.

Este estudo afirma ser o primeiro a relatar a fuga bem-sucedida de insetos pela abertura de um predador.

O estudo foi publicado na revista Current Biology.

“Dos besouros excretados pelos sapos, 94,4% sobreviveram por pelo menos duas semanas após a excreção”, disse o Dr. Shinji Sugiura, ecologista da Universidade de Kobe, ao MailOnline.

via GIPHY

“Portanto, os custos de escapar de sapos podem ser mais baixos do que esperávamos.”

Após a excreção, alguns sapos não sabiam que os besouros ainda estavam vivos, enquanto outros os atacavam novamente, disse ele.

Muitas espécies de sapos não têm dentes e são incapazes de matar presas antes de engolir, confiando em seu sistema digestivo para decompor seus alimentos.

Fungo transforma besouro em escravo sexual – Saiba mais!

Embora as maiores taxas de escape bem-sucedidas sejam do sapo de árvore japonês, que foi a menor espécie de sapo no estudo, o maior número de fugas bem-sucedidas ocorreu nas extremidades traseiras do sapo-preto (Pelophylax nigromaculatus).

“Os besouros podem escapar com mais frequência dos sapos de tamanho pequeno, porque o sistema digestivo dos sapos pequenos é mais curto que o dos sapos grandes”, disse Dr. Sugiura.

“Mais experimentos são necessários para testar esta hipótese.”

Fonte: Daily Mail

Leia mais

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência AceitarLeia Mais