Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Bactéria comedora de carne humana ataca nos EUA. Fotos

0 197

O pai de família chamado Adrian Ruiz, 41 anos, é morador do Texas, nos Estados Unidos. Ele adquiriu a bactéria comedora de carne humana durante uma viagem para a praia de Port Aransas.

Erupções cutâneas foram os primeiros sintomas que surgiram, mas, surpreendentemente, as bactérias começaram a digerir seus músculos de uma de suas pernas. Os médicos até esperavam salvar o membro, mas a amputação parece cada vez mais inevitável, conforme reportado pelo Mail Online.

Ruiz atualmente se encontra internado na UTI de um hospital em Kyle, Texas. As autoridades locais acreditam que a condição rara, foi causada por uma temível bactéria chamada Vibrio vulnificus. Ela foi adquirida por ele nadar nas águas de um rio da cidade. Ao que consta, ele começou a se sentir mal logo no dia seguinte ao passeio, quando sua pele começou a formar erupções e enormes bolhas.3588930600000578-0-He_began_vomiting_the_next_day_and_photographs_show_his_foot_cov-a-14_1467117373073

bactéria comedora de carne
Bactéria comedora de carne ataca novamente

A bactéria em questão atinge os seres humanos através de ingestão de moluscos não cozidos e criados em águas contaminadas. Mas também ocorre através do contato da pele, com cortes ou feridas abertas, com essa água.

Os médicos tentam controlado a infecção, mas Ruiz ainda corre o risco de perder uma das pernas. Em entrevista à Fox News, a esposa, Shelle, disse estar com medo pelo marido. “Eu não quero pensar que isso vai acontecer, estou pedindo para que ele se mantenha positivo. Ele vai viver, isso é o que importa. A vida é a coisa mais importante de todas”, afirmou.

Outros casos

A infecção de Ruiz veio apenas algumas semanas depois de um outro texano, Brian Parrott, perder a perna após uma
contrair uma bactéria, ao visitar uma praia em Galveston, que também atingiu uma de suas pernas. De acordo com o departamento de saúde do estado, até o momento foram relatados 27 casos associados à [sg_popup id=”2″ event=”onload”][/sg_popup], sendo que quase a metade vieram através do contato com a água.

Fonte: Daily mail