Gene associado ao Alzheimer pode ter efeito ainda na infância.

0 14

Gene associado à doença de Alzheimer podem mostrar seus efeitos sobre o cérebro e habilidades de pensamento ainda na infância.

 

Apolipoproteína-E. Estudos anteriores mostraram que as pessoas com a variante do gene epsilon (ε) 4, gene codificador da apolipoproteína-E,  são mais propensos a desenvolver a doença de Alzheimer do que pessoas com as outras duas variantes do gene, o ε2 e ε3.

“Estudar esses genes em crianças pequenas pode vir a dar-nos muitas informações. Como as primeiras indicações de quem pode estar em risco para a demência no futuro. Pode também nos ajudar a desenvolver formas de prevenir que a doença ocorra ou para atrasar o início da doença”. Disse o autor do estudo Linda Chang, MD, da Universidade do Havaí, em Honolulu.

O estudo

Para o estudo, 1.187 crianças de três a 20 anos passaram por testes genéticos e varreduras do cérebro e testes de habilidades de pensamento e memória. As crianças não tinha distúrbios cerebrais ou outros problemas que podem afetar o seu desenvolvimento cerebral, como a exposição de drogas pré-natal.

Cada pessoa recebe uma cópia do gene (ε2, ε3 ou ε4) a partir de cada um dos pais, por isso há seis genes variantes possíveis: ε2ε2, ε3ε3, ε4ε4, ε2ε3, ε2ε4 e ε3ε4.

apolipoproteína-E
Apolipoproteína-E

O estudo descobriu que as crianças com qualquer tipo de gene ε4 teve diferenças em seu desenvolvimento cerebral em comparação com crianças com formas do gene ε2 e ε3.  As diferenças foram observadas nas áreas do cérebro que são frequentemente afetadas pela doença de Alzheimer. Nas crianças com o genótipo ε2ε4, o tamanho do hipocampo, uma região do cérebro que desempenha um papel na memória, foi de aproximadamente 5% menor do que o hipocampos nas crianças com o genótipo mais comum (ε3ε3). Crianças com menos de 8 e com o genótipo ε4ε4 tipicamente tinham medidas mais baixas em uma varredura do cérebro que mostra a integridade estrutural do hipocampo.

“Estes resultados espelham os volumes menores e queda mais acentuada do volume do hipocampo em pessoas idosas que têm o gene ε4”, disse Chang.

Leia mais

Além disso, algumas das crianças com ε4ε4 ou genótipo ε4ε2 também tiveram pontuações mais baixas em testes de memória e habilidades de pensamento. Especificamente, as crianças mais novas ε4ε4 tinha até 50% menor pontuação em testes de função executiva e memória de trabalho. Já algumas crianças mais novas ε2ε4 tinham até pontuação de 50% mais baixas em testes de atenção. No entanto, as crianças com idade superior a 8 com estes dois genótipos tiveram resultados similares as outras crianças.

Limitação

As limitações do estudo incluem que era transversal, o que significa que a informação é de um ponto no tempo para cada criança, e que algumas das variantes genéticas mais raras, como ε4ε4 e ε2ε4 e faixas etárias não incluem muitas crianças.

Fonte: Neurology

Comentários

Loading...