Pesquisadores descobrem em que idade começamos a perder amigos

0 24

Ter uma forte relação de amizade é difícil, uma vez que as famílias e as carreiras mais exigentes começam a pesar. Mas os pesquisadores descobiram a idade exata em que os nossos círculos sociais começam a se contrair, e é mais cedo do que você imagina.

 

25 anos é o momento que temos nosso pico de amigos, tanto para homens e mulheres, de acordo com um estudo da Escola de Ciência da Universidade Aalto na Finlândia e Departamento de Psicologia Experimental da Universidade de Oxford.

Quantos amigos uma pessoa comum tem? Obviamente, essa é uma pergunta difícil de responder, a maioria das pessoas provavelmente não sabe a resposta sobre si mesmos com precisão. O método dos pesquisadores foi analisar chamadas feitas a partir de telefones móveis dentro de determinados períodos de tempo, que variou de um mês a um ano completo. Os registos de chamadas foram coletadas de uma operadora móvel Europeia em 2007, e os registros anônimos foram reduzidos a 3,2 milhões de usuários para os quais tanto a idade e sexo estavam disponíveis.

Pessoas de ambos os sexos ligavam para as pessoas mais diferentes regularmente – intencionalmente – pelo menos uma vez por mês, e isso ocorreu com mais frequência com pessoas de 25 anos de idade.

amizade
Gráfico mostrando a quantidade de ligações para diferentes pessoas conforme a idade.

Os pesquisadores observaram que os homens jovens ligou para mais pessoas diferentes do que as mulheres jovens, especulando que isso reflete a busca de homens mais jovens por parceiros sexuais, o que mudou ao passar da idade.

Mas em outra idade-chave (39 anos), as mulheres assumiram o lugar de homens como tendo os contatos mais sociais, e permanece dessa forma em seus 90 anos. Os homens ligam aproximadamente para 12 pessoas diferentes por mês, e as mulheres em torno de 15.

Leia mais

Com cerca de 45-55 anos, os níveis de amizade ficam em um plateau para ambos os sexos, mas as mulheres ainda têm mais contatos do que os homens.

Claro, nem todas as pessoas que chamamos são amigos, e não toda a amizade inclui telefonemas. Mas os pesquisadores dizem que a descoberta se correlaciona com outros estudos no mundo “face-a-face”. A mídia social pode muito bem estar mudando o jeito de fazer/ter amizade, mas por agora, a melhor representação é chamar seus amigos e organizar um café.

Fonte: Royal Society

Comentários

Loading...