Um terço do mundo não tem água potável em casa – Saiba mais!

0 217

Cerca de 3 em cada 10 pessoas em todo o mundo, ou 2,1 bilhões, não têm acesso a água segura e prontamente disponível em casa.

Além disso 6 em 10 pessoas, ou 4,4 bilhões, não possuem saneamento gerenciado de forma segura, de acordo com um novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Unicef.

O relatório diz que bilhões de pessoas obtiveram acesso a serviços básicos de água potável e saneamento desde 2000, mas esses serviços não fornecem necessariamente água potável e saneamento.

Muitas casas, instalações de saúde e escolas ainda faltam água e sabão para lavagem das mãos. Isso coloca a saúde de todas as pessoas – mas especialmente crianças pequenas – em risco de doenças, como a diarreia.

O relatório conclui que, em 2015, 29% da população global (2,1 bilhões de pessoas) careciam de serviços de água potável gerenciados com segurança – o que significa água em casa, disponível e segura.

Sessenta e um por cento da população global (4,5 bilhões de pessoas) careciam de serviços de saneamento gerenciados com segurança – o que significa o uso de um banheiro ou latrina que leva ao tratamento ou descarte seguro de excretas.

Os dados sobre o lavagem das mãos foram muito poucos para fazer uma estimativa global, mas na África subsaariana, apenas 15% da população tem acesso a uma instalação de lavagem das mãos com água e sabão.

Leia mais

Os 2,1 bilhões de pessoas sem serviços de água potável administrados com segurança incluem 1,3 bilhão de pessoas com serviços básicos, o que significa uma fonte de água melhorada localizada dentro de 30 minutos.

263 milhões de pessoas com serviços limitados, ou uma fonte de água melhorada que requer mais de 30 minutos para coletar água e 423 milhões de pessoas que tomaram água de poços e nascentes desprotegidos e 159 milhões de pessoas coletando água superficial não tratada de lagos, rios e córregos.

Mortes

Todos os anos, 361 000 crianças menores de 5 anos morrem devido a diarreia.

O mau saneamento e a água contaminada também estão ligados à transmissão de doenças como cólera, disenteria, hepatite A e febre tifoide.

As principais conclusões do relatório refletem que muitos países carecem de dados sobre a qualidade dos serviços de água e saneamento.

O relatório inclui estimativas para 96 países em água potável administrada de forma segura e 84 países em saneamento gerenciado de forma segura.

Fonte: UNICEF e The News

Comentários

Loading...