Veja a lista das 20 empresas que mais contribuem para o aquecimento global

0 231

Os gigantes dos combustíveis fósseis têm desempenhado um papel esmagador na crescente crise climática do planeta.

Segundo um novo relatório, apenas 20 das maiores empresas mundiais de combustíveis fósseis respondem por mais de um terço das emissões globais de gases de efeito estufa nas últimas décadas.

O Climate Accountability Institute (CAI) revelou que um punhado de empresas de petróleo, gás e carvão são responsáveis ​​por 480 bilhões de toneladas de dióxido de carbono e metano bombeados para a atmosfera da Terra, representando 35% de todas as emissões de gases de efeito estufa entre 1965 e 2017.

Doze dos 20 principais infratores são estatais, enquanto os oito restantes são de propriedade de investidores privados, incluindo quatro com sede nos EUA.

Começando com os piores, essa é a lista das empresas:

Aramco Saudita (Arábia Saudita) – 4,38%
Chevron (EUA) – 3,2%
Gazprom (Rússia) – 3,19%
ExxonMobile (EUA) – 3,09%
National Iranian Oil Co. (Irã) – 2,63%
BP (Reino Unido) – 2,51%
Royal Dutch Shell (Holanda) – 2,36%
Carvão na Índia (Índia) – 1,71%
Pemex (México) – 1,67%
Petroleos de Venezuela (Venezuela) – 1,16%
PetroChina / China Natl Petroleum (China) – 1,15%
Peabody Energy (EUA) – 1,14%
ConocoPhillips (EUA) – 1,12%
Abu Dhabi (EAU) – 1,01 por cento
Kuwait Petroleum Corp (Kuwait) – 1%
Companhia Nacional de Petróleo do Iraque (Iraque) – 0,93%
Total SA (França) – 0,91%
Sonatrach (Argélia) – 0,91%
BHP Billiton (Austrália) – 0,72%
Petrobras (Brasil) – 0,64%

Além disso, o relatório conclui argumentando que os gigantes de combustíveis fósseis têm uma “responsabilidade moral, financeira e legal significativa” para ajudar a reduzir e compensar os efeitos descontrolados das mudanças climáticas, que estão se tornando cada vez mais frequentes, generalizadas e violentas.

Fonte: IFLS

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More