Conheça o vilarejo na Polônia que só nasceram meninas na última década

0 361

A pequena vila polonesa de Miejsce Odrzanskie tornou-se a improvável fonte de atenção da mídia internacional nos últimos quinze dias, como resultado do que o New York Times chamou de “uma estranha anomalia populacional”.

Já faz quase uma década desde que o último menino nasceu neste lugar, com os últimos 12 bebês sendo meninas.

O prefeito da região é citado no artigo dizendo que tem havido “interesse científico” – presumivelmente de geneticistas – em explorar o que levou a essa sequência incomum.

Ele também discute alguns conselhos pouco científicos que a cidade recebeu sobre como conceber meninos. Mas a sugestão mais prosaica mencionada no artigo também é de longe a mais provável – que é apenas uma coincidência estatística.

Então, como isso poderia ser possível?

Assim como um sorteio, um parto tem dois resultados igualmente prováveis ​​- e, portanto, a probabilidade de qualquer bebê ser uma menina é 50%.

Também podemos supor que cada nascimento individual pode ser considerado independente do anterior.

Portanto, a probabilidade de ter duas garotas seguidas é ½ x ½ = (½) 2 = ¼. Por extensão, podemos ver que a probabilidade de 12 meninas consecutivas nascerem em Miejsce Odrzanskie é (½) 12 = 1/4096.

Isoladamente, isso soa extremamente improvável: se você fosse informado de que haverá uma em 4.000 chances de chover amanhã, provavelmente você não se incomodaria em levar o seu guarda-chuva.

No entanto, é importante lembrar que essas probabilidades estão relacionadas à pergunta específica: “Qual é a probabilidade de nascerem 12 meninas consecutivamente em Miejsce Odrzanskie?”.

Nada de especial?

Não há nada de especial nessa cidade na Polônia – ainda teria sido notícia internacional se a mesma coisa tivesse acontecido em uma aldeia na Lituânia ou na Hungria.

Se mudarmos a pergunta para: ‘Qual é a probabilidade de os últimos 12 filhos nascerem em alguma cidade em algum lugar do mundo sendo todos do mesmo sexo?’ então vemos uma história completamente diferente.

O banco de dados GeoNames é um banco de dados on-line que contém detalhes de todas as cidades do mundo com uma população de mais de 500 pessoas, e sugere que há pouco menos de 200.000 dessas cidades em todo o planeta.

Com base nisso, esperávamos cerca de 50 cidades do mundo com 12 meninas consecutivas (1/4096 x 200.000) e outras 50 com 12 meninos consecutivos.

Então, embora essa série de garotas pareça um evento estranho e único para o povo de Miejsce Odrzanskie, existem provavelmente cerca de 99 outros lugares no mundo onde algo semelhante está acontecendo agora.

Parte da razão pela qual o caso Miejsce Odrzanskie pode ter captado tanta atenção é a escala de tempo envolvida. É uma aldeia muito pequena, com apenas 272 pessoas, com uma taxa de natalidade não muito superior a uma criança por ano.

Isso significa que essa série de 12 meninas é estendida por quase uma década, o que atraiu tanta atenção.

O cientista da Universidade de Glasgow, Dr. Craig Anderson explicou: “Em comparação, havia 6.852 bebês nascidos aqui em Glasgow em 2017, o que corresponde a cerca de 19 por dia. Se tivéssemos 12 meninas nascidas em sequência aqui, é improvável que alguém notasse, já que na verdade haveriam vários meninos nascidos no mesmo dia e no dia anterior e no dia seguinte.”

Fonte: Daily Mail

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More